Terça-Feira, 25 de Julho de 2017 |

Colunista


Cantinho Ecológico


Marco Aurélio


verdade@cpovo.net

(Foto: )


PRINCIPAIS FORMAS DE PREVENÇÃO CONTRA ACIDENTES OFÍDICOS

O acidente ofídico (o prefixo ofi significa serpente) é o que ocorre quando uma pessoa é mordida por serpente. No caso das serpentes peçonhentas, a pessoa pode sofrer rapidamente os efeitos do veneno e, por isso, deve receber atendimento médico urgente e aplicação de soros antiofídicos, que contêm substâncias que bloqueiam a ação do veneno no corpo humano. Veja a seguir alguns procedimentos recomendados para evitar acidentes ofídicos:

* Quando estiver no campo, use botas ou botinas com perneiras de couro, pois grande parte dos acidentes ocorre abaixo do joelho.

* Ao mexer em montes de folhas secas, buracos, lenha ou palha, use luvas de raspa de couro e fique sempre atento a presença de serpentes;

* Não manipule serpentes, por mais inofensivas que elas possam parecer.

* Não amontoe lixo, evitando assim a proliferação de certos animais, como ratos, que são presas das serpentes.

E o que fazer em caso de acidente com serpentes?

* A ferida pode ser lavada com água e sabão, e o acidentado precisa ser levado imediatamente a um centro de saúde, onde possa ter atendimento adequado.

* Enquanto não recebe atendimento, o acidentado deve permanecer imóvel e o local afetado pode ficar um pouco elevado.

* Se possível, observe a distância e preste atenção às características da serpente que mordeu a pessoa para informar ao médico. O soro antiofídico é específico para cada gênero de serpente e saber qual animal causou o acidente facilita o tratamento médico.

Agora atenção: o que não fazer em caso de acidente com serpentes:

* Não bloquear a circulação sanguínea fazendo torniquete (garrote) na região atingida. Sem a circulação do sangue, o veneno das serpentes peçonhentas que ocorrem no Brasil pode causar gangrena.

* Não usar receitas caseiras, como folhas, pó de café ou terra no local da ferida, pois esses elementos podem provocar infecção.

* Não furar ou cortar a região próxima à picada, pois alguns venenos podem provocar hemorragia.

* Não chupar o local da picada. Se a pessoa que chupar o veneno estiver com ferida na boca ou engolir o veneno, também estará sob risco.

COMENTÁRIOS ()