Terça-Feira, 22 de Agosto de 2017 |

Colunista


Cantinho Ecológico


Marco Aurélio


verdade@cpovo.net


Reeleição é tema polêmico no meio político, pois normalmente os reeleitos são acusados de utilizar a máquina pública durante as campanhas, também é fato que uma reeleição significa a aprovação da população atingida pela política do mandatário do cargo.
Nos Estados Unidos o presidente Barack Obama conseguiu mais um mandato a frente de uma das nações mais importantes do planeta, mas com uma estreita margem de vantagem sobre o candidato derrotado, ou seja, foi uma vitória apertada como se diz no jargão político.
Mas qual foi o maior trunfo de Obama? Foi mexer na previdência, inserir no contexto os grupos vulneráveis, falar do casamento homossexual, enfim, mudar a visão dos americanos nos assuntos tabus, mostrar a novidade de assuntos polêmicos.
No âmbito internacional foi manter uma política de diálogo, de busca da conciliação dos interesses das nações, mantendo as posições de interesse do país, sem, no entanto, radicalizar, cedendo quando necessário, ouvindo os outros países, numa postura de não enfrentamento.
Tomou decisões polêmicas, mas necessárias, afinal decidir é um ato que não permite a dúvida ou o retrocesso, tomada a decisão, manter, pois senão o mandatário pede a credibilidade perante a opinião pública. Quantos exemplos temos de políticos que uma hora dizem uma coisa e, logo em seguida, desdizem.
O presidente Obama é um bom exemplo a ser seguido por políticos de qualquer nação. Articulado, com um discurso sereno, com decisões equilibradas, sem o calor da emoção, buscando a conciliação dos interesses públicos e privados, numa demonstração de grandeza ao ceder, quando preciso, e manter-se firme quando necessário

COMENTÁRIOS ()