Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017 |

Colunista


Cantinho Ecológico


Marco Aurélio


verdade@cpovo.net


EXPLOSÃO ESTELAR ILUMINARÁ O CÉU NAS PRÓXIMAS SEMANAS

Uma explosão estelar excepcionalmente próxima da Terra vai iluminar o céu nas próximas semanas. A explosão da supernova será na Galáxia do Charuto, chamada assim devido ao seu formato. O local fica a cerca de 12 milhões de anos-luz da Terra e oferecerá uma oportunidade única para se estudar uma supernova. A supernova é tão brilhante que poderá ser vista com telescópios domésticos de boa qualidade ou até mesmo com binóculos, quando atingir o ponto máximo de seu brilho, algo que deve ocorrer dentro de uma semana. A supernova da Galáxia do Charuto, na constelação de Ursa Maior, permanecerá brilhante por cerca de um mês e os cientistas querem aproveitar ao máximo a possibilidade de conhecer todos os segredos desta galáxia.
“Um dos modelos aceitos é que ela tem o que chamamos de uma anã branca, que efetivamente é uma estrela como o Sol e que está na fase final de sua vida, inerte e quente, uma estrela que tem uma companheira binária, uma amiga, atraindo material dessa amiga e ficando maior e mais quente até que se detona a uma temperatura crítica e explode em pedaços”, explicou o astrônomo Steve Fossey, do University College de Londres (UCL), da Grã-Bretanha. O cientista afirma que esta poderia ser uma estrela como o Sol ou este poderia ser um outro tipo de evento espacial, que incluiria duas anãs brancas.Para o cientista, compreender estes “estalos estelares” pode levar à resolução de outros mistérios, pois as “supernovas são faróis de luz”. Além de ajudar a compreender o processo de morte de uma estrela, as supernovas são muito importantes pela luminosidade, que permite medir com precisão as distâncias entre as galáxias do universo, disse Fossey. (Fonte: Terra e Ambiente Brasil)

AGRICULTOR DE SANTA CATARINA GANHA APOSTA COM AMIGOS E
COLHE ABÓBORA DE 286 QUILOS

Um agricultor de Tunápolis, no Oeste catarinense, colheu uma abóbora de 286 quilos, que foi exibida em uma feira nesta quarta (29). Antonio Luiz Theisen havia apostado com amigos produtores que conseguiria plantar uma hortaliça que chegasse a 200 quilos. Segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), o peso médio de uma abóbora é de 20 quilos. Orgulhoso da hortaliça, o agricultor mora na localidade de Linha Fátima. Com o feito, os oito agricultores que participaram da brincadeira vão ter que pagar cervejas a Antonio. Antonio Luiz contou que a hortaliça de 286 quilos, conforme pesada na balança que tem na propriedade, foi colhida na segunda-feira (27). O processo de plantio começou em agosto de 2013. Em 1º de dezembro, a abóbora tinha cerca de um quilo. Ela é fruto das sementes importadas dos Estados Unidos. Para produzir a hortaliça, ele passou uma receita: boa semente, a correção da acidez e compactação do solo e “cuidar cada dia e cada noite”. Esta não é a primeira vez que o agricultor produz abóboras fora das dimensões normais. Já no ano passado, colheu uma de 128 quilos. Antonio contou que a feira foi um incentivo para começar o que chamou de hobbie. Desde 2008, ele tem alguma abóbora entre as três maiores do ano na competição. Dimensões normais – De acordo com a Epagri, uma abóbora dessas medidas não é normal. Porém, com “uma boa adubação, semente de qualidade e água, de irrigação ou chuva, à vontade, a hortaliça pode crescer”, afirmou o técnico da entidade Valdir Cembranel. Ele explicou que o peso médio de uma abóbora é entre 18 a 22 quilos.O técnico também disse que há competições em feiras, onde os agricultores levam os produtos que se destacam, mas que legumes em tamanhos gigantes não são comuns. (Fonte: G1)

COMENTÁRIOS ()