Segunda-Feira, 27 de Março de 2017 |

Colunista


Cantinho Ecológico


Marco Aurélio


verdade@cpovo.net

(Foto: )


O avião Solar Impulse 2, movido inteiramente a energia solar, decolou nesta segunda-feira (9), de Abu Dhabi, marcando o início da primeira volta ao mundo de uma aeronave que funciona sem uma gota de combustível. Construído na Suíça, o SI2 partiu do aeroporto Al Bateen com o fundador da empresa, André Borschberg, e o cofundador, Bertrand Piccard. O avião pousa no mesmo local ainda nesta segunda. A ideia do modelo, segundo os desenvolvedores do projeto, é encorajar a substituição de tecnologias poluentes empregadas na aviação por formatos limpos e eficientes. O Solar Impulse 2 tem 17.248 células fotovoltaicas que captam energia solar. Elas recarregam quatro baterias que pesam, cada uma, 633 kg. Suas asas têm 72 metros de extensão e a aeronave pesa 2.300 kg. A dupla deve fazer escalas em Omã, Índia, Mianmar e China antes de cruzar o Pacífico em direção ao Havaí, nos Estados Unidos. Ainda nos EUA, se dirigem ao Arizona e, depois, a Nova York. Em seguida, cruzam o Atlântico rumo à Europa ou Marrocos antes de encerrar a viagem em Abu Dhabi, no fim de julho. O avião alcançará altitude de 8.500 metros durante o dia para captar os raios solares. De noite, o Solar Impulse 2 desce para 1.500 metros, quando terá que voar sobre o oceano. (Fonte: G1)


A Melhor Cidade do Mundo para se Viver

Pelo sexto ano consecutivo, a capital austríaca Viena foi eleita a cidade com a melhor qualidade de vida do mundo, segundo estudo realizado pela consultoria britânica Mercer. A pesquisa analisou o ambiente político, social, econômico e sociocultural de 230 cidades. Foram avaliadas ainda as condições médicas e de saúde, o padrão das escolas e da educação, a situação dos serviços básicos e do transporte público, além de opções de lazer, disponibilidade de consumo, situação das moradias e o ambiente natural das cidades. O topo do ranking é dominado pelas europeias: o segundo lugar ficou com Zurique, capital da Suíça, seguida pela neozelandesa Auckland e pela alemã Munique. A cidade brasileira que ficou mais bem posicionada foi Brasília, que ocupou a 107ª colocação. Rio de Janeiro ficou em 119º lugar, seguido por São Paulo, que se manteve na mesma posição da última pesquisa (120ª). A pesquisa de Qualidade de Vida é feita anualmente para auxiliar empresas multinacionais e outras organizações a remunerar de maneira justa seus funcionários em transferências internacionais. Os incentivos incluem subsídio de qualidade de vida e um prêmio de mobilidade. (Fonte: Veja.com)

COMENTÁRIOS ()