Segunda-Feira, 27 de Março de 2017 |

Colunista


Cantinho Ecológico


Marco Aurélio


verdade@cpovo.net

(Foto: )


Na última quarta feira dia 13 de maio, realizou-se na Escola Municipal de Ensino Fundamental Podalírio Inácio de Barcellos a Feira de Ciências José Lutzemberger, organizada e coordenada pelo grupo de professores do EJA. O evento, transcorrido no turno da noite, contou com a presença de mais de 100 jovens alunos expositores, além do público convidado que se fez presente em grande número, com destaque especial para a participação dos professores da E.M.E.F. Alice de Carvalho e Gentil Machado de Godoy, além de representantes da Secretaria Municipal de Educação e do Vereador Delanor Biff de Lagos, o Preto. A Feira de Ciências recebeu este nome em homenagem ao agrônomo José Lutzemberger, nascido em 17 de dezembro de 1926, na cidade de Porto Alegre/RS. Lutz, como também era chamado - passou a defender que a Terra era um organismo vivo e complexo; e que deveria, portanto, ser preservado, criando assim, a Teoria de Gaia. A obra de Lutzenberger despertou os fundamentos da temática ambiental no Brasil. Suas contribuições para a formação do pensamento ambiental ganhou repercussão e reconhecimento internacional por combater os interesses dos grandes grupos empresariais que impunham uma política sistemática de exploração, poluição e contaminação dos patrimônios naturais do Brasil. Lutzenberger morreu aos 72 anos, deixando como legado a Fundação Gaia em Porto Alegre. Antes do seu falecimento levou para a sociedade a discussão sobre os efeitos físicos e ambientais da produção transgênica.
Um dos destaques do evento foi a exposição de diversos trabalhos coletivos realizados pelos alunos sob monitoramento de seus respectivos professores. Ao todo, 63 trabalhos foram apresentados e apreciados com entusiasmo pelo público presente durante as duas horas de exposição. O júri técnico responsável pela escolha dos três melhores trabalhos da Feira contou com a participação dos biólogos Leandro Goularte, Daiane Soares Martins e Tatiani Roland Szelest, do professor Ivo Luiz Saldanha, da Escola Alice de Carvalho, da orientadora educacional da Escola Podalírio Odete Domingues e do membro da comunidade Aimoré Weren. Os grandes vencedores da noite foram os trabalhos apresentados pela aluna Natasha Freitas de Oliveira, intitulado “Balança de Água com Garrafa PET” (1º Lugar); Roger Martins Freitas, Bruno Rodrigues Amaral e Carlos Eduardo de Freitas Alves, intitulado “Mecanicapina” (2º Lugar); e Rodrigo Medeiros da Silva, intitulado “Uma Visão sobre as Mudanças Climáticas: Hidroponia” (3º Lugar).

COMENTÁRIOS ()