Tera-Feira, 20 de Outubro de 2020 |

Colunista


Conversando sobre o cotidiano


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


Copa de 2014

As obras da Copa de 2014 ainda não acabaram, continuamos rodando pela cidade de Porto Alegre e cruzamos com as trincheiras das avenidas Anita Garibaldi, atrasada e com muitos problemas na execução, e da Plínio Brasil Milano, a qual nem saiu do papel e temos ainda a passagem da entrada da cidade, na avenida Ceará, incompleta, tendo diversas idas e vindas na sua construção.

A pista do Aeroporto Salgado Filho, que deveria ser ampliada para receber as delegações e visitantes que viessem para a Copa, continua do mesmo jeito, com alguns sinais de obras iniciadas para mudanças no terminal de passageiros, sendo toda a administração do complexo repassada, depois da Copa, para a iniciativa privada.

A duplicação da avenida Tronco planejada para desafogar o trânsito nas proximidades do estádio Beira-Rio, palco de diversos jogos durante o evento, está lá, com algumas partes concluídas e diversas casas ainda plantadas, onde deveria existir o leito da via.

Outro capítulo importante desta novela são os corredores dos ônibus da Capital, os quais receberam diversas reformas nos pisos, visando receber os BRT, tornaram-se um canteiro de obras, com colocação e retirada de partes dos pisos, mas sem nenhuma mudança no sistema de transporte coletivo.

O pior de tudo isso é que os administradores públicos, responsáveis para que as obras estivessem prontas não serão responsabilizados pelos atrasos, pela incompetência de suas gestões, quando enormes verbas foram destinadas para as obras da Copa, com dezenas delas, somente em Porto Alegre, sem conclusão e outras que nem foram iniciadas.

A Copa de 2014 acabou, o dinheiro para as obras também, vindo as notícias de que a Prefeitura tenta novos empréstimos para fazer o que falta, pois as verbas vieram, mas não foram suficientes para a conclusão de modificações no trânsito da Capital, que continua com os mesmos problemas.
No dia 14 de junho de 2018 começa a Copa da Rússia, mas na terra da Copa de 2014 continuam as obras que deveriam estar prontas para a abertura em 12 de junho daquele ano.

Aqui tivemos o 7 a 1 e agora vamos rumo ao Hexa!

COMENTÁRIOS ()