Sbado, 24 de Outubro de 2020 |

Colunista


Conversando sobre o cotidiano


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


Frio que nos adoece

O clima literalmente enlouqueceu, está difícil a saúde aguentar tanta variação de temperatura num mesmo dia, acordamos com um lindo sol e quase 30 graus de temperatura, no meio dia temos 15 graus e à noite chegamos a 5 graus, numa mudança tão brusca que nos pega desprevenidos.

Às vezes acontece o contrário saímos de um frio congelante para um calor sufocante, sem nenhuma lógica, o que acaba trazendo uma série de doenças respiratórias que atingem crianças e adultos indistintamente, numa onde de tosses e espirros.

Aliado a tudo isso temos um sistema de vacinação contra a gripe que, muitas vezes, é ignorado por uma grande parcela da população que não acredita na eficácia das vacinas, pois não consegue prevenir as dezenas de tipos de gripes existentes.

Nosso clima é diferente de todo o resto do Brasil por nossa localização geográfica, porém nossa prevenção começa no mesmo período dos demais estados, assim nossa exposição ao frio traz as gripes durante as campanhas de vacinação.

Desta forma temos uma parcela da população já doente tomando vacina contra a gripe, o que acarreta a associação errada de que a vacina trouxe a gripe, quando na verdade as gripes já estão acontecendo em virtude de nosso clima.

Agora vivemos um frio intenso, como há muito tempo não acontecia, o que nos torna vulneráveis a toda sorte de doenças, ocorrendo uma onda de contágios, principalmente, em locais com grande número de pessoas: escolas, transporte público e eventos.

Pior é que nosso sistema de saúde não comporta a situação, temos emergências lotadas com doentes aguardando atendimento, o que gera, de forma contraditória, mais risco de contágio para quem está em busca de uma cura.

Prevenção é o melhor remédio, porém deveria começar com campanhas contra a gripe antes de haver a instalação dos vírus entre as pessoas, mas principalmente mudar a maneira como tratamos nosso planeta.

Temos neve no Sul e fogo no Norte da Terra, pois nossas atitudes desajustaram toda a lógica climática, com frio extremo ou calor excessivo onde anteriormente tínhamos temperaturas suportáveis.

COMENTÁRIOS ()