Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020 |

Colunista


Conversando sobre o cotidiano


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


Protegendo a vida

Os seres humanos crescem e desenvolvem suas proteções naturais contra as mais variadas espécies de vírus, bactérias e fungos, que estão presentes na natureza e se espalham pelo mundo rotineiramente.

Nosso sistema imunológico desenvolve anticorpos para combater as mais diversas doenças, principalmente, quando elas chegam a nosso organismo, conseguindo evitar a contaminação da maioria das doenças.

Além desta natural proteção, temos as vacinas que são desenvolvidas a partir dos anticorpos, criando mais uma maneira de proteger o ser humano de infecções e doenças, sendo distribuídas, via sistema de saúde, para que as pessoas fiquem protegidas, principalmente, crianças e idosos.

Outro meio de proteção são os remédios que são desenvolvidos, seja através de algumas plantas e animais ou criados artificialmente, os quais conseguem compensar as falhas no sistema imunológico do ser humano.

Na proteção da saúde há necessidade de uma alimentação saudável, exercícios físicos e momentos felizes, para que nosso cérebro e corpo funcionem bem e possam gerar anticorpos e hormônios para a manutenção de nossa vida.

Antigamente as doenças eram transmitidas em menor escala e chegavam a áreas menores, atualmente elas se espalham de maneira global pela grande movimentação de pessoas pelo mundo.

Novos vírus vão surgir e não teremos vacinas e remédios para combater, ficando restritos aos sistemas imunológicos de cada pessoa, assim os que estiverem com imunidade baixa serão os possíveis doentes e até mesmo os que perderão a vida.

Vamos nos proteger ficando em casa e evitando o contágio do corona vírus, o qual, por enquanto, não tem vacina e nem remédio comprovado para combater a sua propagação.

COMENTÁRIOS ()