Tera-Feira, 27 de Outubro de 2020 |

Colunista


Conversando sobre o cotidiano


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


Stalin ou Hitler

Os dois maiores ditadores do século 20 viveram na mesma época e lideraram duas potências, durante a Segunda Guerra Mundial, sendo que mantiveram uma relação amistosa e de não-agressão durante os primeiros anos da guerra.

Hitler liderou a Alemanha e conseguiu dominar grande parte da Europa pregando um sistema político baseado na supremacia racial ariana e no domínio do Estado, uma economia ligada ao capital e a indústria, com um aparato militar atuando sobre a vida das pessoas, sendo classificado no espectro político como de direita.

Stalin, por sua vez, foi o líder da União Soviética, uma reunião de repúblicas socialistas, criada a partir de 1917, tendo por base o domínio estatal, pregando a divisão do capital entre todos os soviéticos, que reuniam centenas de etnias, havendo um forte aparato militar para controlar o povo, sendo classificado como de esquerda.

No ano de 1941, Hitler invadiu a União Soviética visando acabar com o comunismo e colonizar as novas áreas com o povo ariano, porém houve resistência e com duas frentes de batalha, a Alemanha foi derrotada e dividida entre os Estados Unidos e a União Soviética.

Desta derrota surgiram dois países, a Alemanha Ocidental, capitalista e ligada aos Estados Unidos e uma Oriental, ligada à URSS e comunista, sendo símbolo desta divisão o Muro de Berlim.

Hitler e Stalin agora estão sendo relembrados nos constantes conflitos ocorridos em nosso país, quando grupos antagônicos enfrentam-se nas ruas, lutando por democracia, porém ambos foram ditadores em seus países e mataram milhões de pessoas.

Stalin usando campos de trabalho na Sibéria, acabou com os inimigos do regime comunista, enquanto Hitler encaminhou milhões aos campos de concentração, visando purificar a raça alemã e destruir as inferiores, principalmente, a dos judeus.

Assim os seguidores de ambos os modelos de ideologia que representam estes ditadores, precisam ter em mente que esquerda ou direita já foram antidemocráticas.

COMENTÁRIOS ()