Sexta-Feira, 25 de Setembro de 2020 |

Colunista


Conversando sobre o cotidiano


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


Dia dos Pais

Um domingo que será diferente, pois muitos filhos não poderão passar o Dia dos Pais em companhia dos seus, pois o isolamento social não permite a aglomeração de pessoas, sendo que muitas famílias não convivem na mesma casa ou cidade.

Se não fosse a pandemia as casas ficariam lotadas de crianças e adultos para abraçar os patriarcas, numa justa homenagem daqueles que, na maioria das vezes, são os que sustentam as famílias.

Devido à crise financeira que se abateu sobre nossa sociedade, muitos perderam suas fontes de renda e estão dependendo do auxílio estatal ou de outras pessoas, numa nova realidade de mais pobreza e mais solidariedade.

Muitos pais morreram desde o início da pandemia, assim cadeiras vazias e lembranças marcarão o próximo domingo, além de muita tristeza de alguns que nem puderam se despedir, já que os protocolos da Covid-19 não permitem.

A figura do pai é muito importante na estrutura familiar, pois equilibra os relacionamentos, permitindo que haja razão e emoção conduzindo os destinos dos filhos, porque normalmente a delicadeza da mãe é contrariada pela rudeza do pai.

Seguiremos em frente apesar de nosso isolamento, teremos outros anos para conviver com nossos pais, reunir e comentar sobre a felicidade de pertencer a um núcleo familiar, sabendo da importância de cada um.

Abraçar um pai não tem preço, sentir o carinho e a atenção no olhar nos fortalece, pois precisamos deste cuidado, assim podemos seguir em frente e aprendemos a lição do amar.

Se entendermos a mensagem contida em cada lição de nosso pai, quando chegar nossa hora de assumir a paternidade conseguiremos tratar nossos filhos da mesma maneira como fomos tratados.

Pais amorosos e atenciosos geram filhos com os mesmos sentimentos e que ao transformarem-se em pais reproduzirão o mesmo afeto, atenção e carinho que receberam quando crianças.

Parabéns a todos os pais neste dia, pedindo que os filhos valorizem aqueles que os apoiaram e que os pais aceitem a missão de ensinar seus descendentes.

COMENTÁRIOS ()