Terça-Feira, 22 de Agosto de 2017 |

Colunista


EducadaMente


Tatiani Roland



ERA UMA VEZ UMA OUTRA VEZ...

Nada de pessimismo. Nada de tristeza! Vem chegando o Natal, festas, carnaval. Logo o país para e só ano que vem o gigante acorda da ressaca!

Puxa vida que país é este? Temos tanto pra servir de exemplo. Até exemplos ruins deveriam ensinar e revoltar as boas pessoas de forma a desencadear movimentos de ataque a qualquer tipo de violência. E pessoas de bem tem que atacar sim! Ir à luta, fazer valer seus direitos, repugnar a corrupção descontrolada e desmedida.

Que passividade é essa que muitos ainda apresentam? Já passou da hora de retomarmos o caminho de “ordem e progresso”. Na mídia só vemos escândalos, dor e tristeza. Ora ou outra uma notícia busca amenizar a dor das pessoas. Alguns dizem que o fim dos tempos está próximo.

Sobre isso tenho uma opinião bem formada. Espero sim que o fim esteja próximo. O fim dessa baderna generalizada. O fim de políticos corruptos que debocham do povo tornando seus “postos” como empregos eternos, cabides para conhecidos e familiares. O fim do total descaso com a natureza. Não podemos brincar de casinha ou quebrar as vidraças do planeta como se isso fosse nada. Espero que seja o final dos tempos para tanta hipocrisia onde as pessoas falam uma coisa e fazem outra. Que chegue o final dessa sociedade contaminada pelo ódio e pela vingança eterna. Que termine o reinado daqueles que se acham superiores a outras pessoas e encerre a história de terror dos grupos chamados extremistas... Que venha o fim desse mundo para que assim como a natureza, nossa espécie encontre um novo caminho.

Acabou o tempo de permitir o que vem acontecendo. Gente boa se movimenta e não fica só reclamando. Gente consciente está militando contra injustiças sociais, crimes e outras formas repulsivas de violência. Não é calando para isso que o mundo mudará.

Eu acredito que vai dar certo. Olho pra minha filha e só posso ver um futuro melhor. Não tem como deixar assim. As novas gerações vêm com um brilho nos olhos que deve ser protegido. Temos que colocar em prática as tecnologias existentes. Somos seres fantásticos e isso nos diferencia. Já criamos alternativas sustentáveis para mudar o mundo, já possuímos medicamentos que curam doenças para quase todos os males, já exploramos o planeta nos seus espaços mais extremos.

Que se levantem os bons para desespero dos “espertos”. Vamos acabar com esse estilo de vida injusto. Vamos cobrar nossos direitos, cumprir nossos deveres, aproveitar a vida e sermos felizes; vamos educar com exemplos bons, vamos em frente.

Desistir agora é impossível!

Não há mais tempo para conversa. Como disse Léon Tolstoi “Não alcançamos a liberdade buscando a liberdade, mas sim a verdade. A liberdade não é um fim, mas uma consequência”.

COMENTÁRIOS ()