Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 |

Colunista


Entre Linhas


Werner Pfluck


wernerpfluck@hotmail.com


Meia volta, volver!
O prefeito Serginho enviou à Câmara projeto de lei revogando o reajuste do Fator de Localização dos imóveis de Alvorada, que ele mesmo havia aumentado no finalzinho de 2014. Com o reajuste, agora cancelado, o IPTU de todos os imóveis havia aumentado a partir de 100%, chegando a 300% em alguns casos. Os vereadores aprovaram o projeto da revogação.
Pra torcida
Na tribuna da Câmara, durante a votação, vereadores do PT discursaram empolgados, dizendo que “ouviram as pessoas” e por isso “decidiram” manter os valores de 2014. Ocorre que foi uma decisão judicial, a partir de uma ação do PSD e PMDB, que determinou a anulação do reajuste, que havia sido aprovado em sessão extraordinária da Câmara entre os feriados de Natal e Ano Novo do último verão.
Os mesmos vereadores da base do governo que haviam garantido maioria absoluta ao aumento, e depois apoiaram o prefeito quando recorreu da decisão judicial para tentar manter o reajuste, agora, sem alternativas senão cumprir a determinação da Justiça, posam de bons moços para eleitores desavisados.
Devo e não nego
Contribuintes que pagaram o IPTU com o aumento receberão a diferença de volta em forma de desconto no imposto do próximo ano. O projeto do prefeito nada informa sobre atualização monetária, mesmo que a inflação estimada para o período se aproxime de 10%.
Fora de época
Faltando três meses para o fim do ano letivo, a prefeitura está terminando de distribuir os uniformes escolares para os alunos da rede municipal. No passado, quando o PT era oposição, criticava a distribuição de material aos alunos, acusando a prática de demagógica. Agora, o governo do professor Serginho se esforça, de maneira atabalhoada, para manter a iniciativa, acionando a máquina de propaganda para produzir muitas fotos, mas parecendo desconhecer que o ano letivo havia começado em março.
Emparedada
Dilma está entre a cruz, a espada, a fogueira e a forca. Lava Jato avança perigosamente. No Congresso, cresce o clima de impeachment. TCU sinaliza condenação por “pedaladas” e STE investiga fraude na campanha da reeleição. O cerco está fechando. Incrível como um governo nessa situação ainda esteja em pé. Só no Brasil.
Podre
“Manifestação de rua em troca de dinheiro. Votos em troca de dinheiro. Apoio parlamentar em troca de dinheiro. Apoio sindical em troca de dinheiro. Obras públicas em troca de dinheiro. Jornalistas em troca de dinheiro. Estudantes em troca de dinheiro. Artistas em troca de dinheiro. Intelectuais em troca de dinheiro. O PT não corrompeu o Brasil. O PT apodreceu o Brasil.” (Diogo Mainardi, no site www.oAntagonista.com)
Societá
Nesta sexta, a partir das 20h, a Sociedade Italiana realiza a sua janta mensal, com a tradicional polenta acompanhada de costelinhas de porco assadas e molhos. O ingresso, na hora, é de R$ 20,00. A Societá fica na Av. Maringá 1401.

COMENTÁRIOS ()