Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017 |

Colunista


Espantando a Zebra


César Freitas


cesar.gfreitas@yahoo.com.br


BRASILEIRÃO
Depois dos jogos da última quarta feira, os líderes Cruzeiro e Grêmio, apesar de derrotados, se mantiveram no topo da tabela, mantendo a mesma diferença em pontos anterior. Botafogo, que venceu e Atlético PR, que empatou permanecem no G4. Como o Inter jogou na quinta feira permaneceu na sétima posição. No Z4 permaneceram Vasco, Criciuma, Ponte Preta e Náutico. Ressalte-se que apenas o Náutico não venceu desse grupo e já está praticamente rebaixado.
GRÊMIO
Alcançando o propósito de jogar sem levar gols e marcando gol quando possível, o Grêmio derrotou o Botafogo no último sábado e completou a sua quinta partida sem levar gols. Foi a sua terceira vitória consecutiva no certame. Esses nove pontos lhe deram a tranqüilidade de ter quatro pontos de vantagem do terceiro colocado, o Atlético PR. No jogo com o Criciuma, o fato de jogarem bastante desfalcados foi fatal para os tricolores. O Grêmio não reeditou as últimas atuações. Teve falhas em todos os setores da equipe, de maneira especial no defensivo. Com a derrota os tricolores perderam uma ótima chance de se aproximar do líder Cruzeiro. Neste sábado teremos o reencontro dos atletas gremistas com Vanderlei Luxemburgo no Maracanã. O Fluminense com a derrota para o Vasco, agora corre riscos de passar a integrar o Z4.
INTER
Com uma boa atuação o Inter, agora sob a orientação de Clemer, derrotou o Fluminense pelo escore mínimo, gol de Leandro Damião. O atacante quebrou um jejum de vários jogos. Os “deuses do futebol” neste jogo deram uma mão para o Inter. Ocorreu um penalte cometido pelo Indio, quando o jogo estava empatado, que o juiz não viu. Se o “pó de arroz” marcasse, seria difícil reverter o placar adverso. Clemer dirigiu a equipe principal do Inter no jogo contra o Flamengo, no Rio de Janeiro na última quinta feira, que deixo de informar o resultado devido ao fechamento desta edição e no domingo contra o Náutico lá no Centenário. Obtendo bons resultados e a equipe jogando bem, certamente será efetivado no cargo até o final do ano.
DUNGA
Os últimos maus resultados de campo decretaram a demissão do técnico Dunga. Foi lamentável porque ele sempre mostrou ter o comando de sua equipe na mão. Foi vitimado pela imprevidência de manter no elenco uma linha de zagueiros muito veteranos e não ter reservas mais jovens à altura. Moledo deixou saudade. O mesmo pode se dizer com respeito a Fred, que também não teve substituto com as mesmas qualidades. Esse deixou ainda mais saudades. As contratações efetuadas na metade do ano não deram os resultados esperados. Deixaram muito a desejar. E isso foi fatal para a obtenção dos resultados desejados.
PELOTAS – 105 ANOS
O Esporte Clube Pelotas é o clube profissional gaúcho que está ficando mais velho nesta semana. Fundado no dia onze de outubro de 1908, o áureo cerúleo está completando expressivos cento e cinco anos de vida esportiva. Há vários anos no grupo de elite de nosso futebol, o Pelotas foi o Campeão Gaúcho de 1930. Atualmente está disputando a fase semifinal da Taça Willy Sanvito.
JOGO FESTIVO DO PELOTAS
No dia onze de outubro de 1958, quando festejou o seu jubileu de ouro, o Pelotas jogou amistosamente com o Rampla Juniors do Uruguai. O jogo findou empatado em um gol. Bedeuzinho marcou para os pelotenses e Roque para os uruguaios. O áureo cerúleo, que era orientado pelo saudoso Galego jogou com Oscar Urruth; Getulio Saldanha e Duarte; Cascudo, Cléo e Jari; Bedeuzinho, Dirceu, Barãozinho ( Valmir), Ney Silva e Deraldo. O árbitro desse histórico jogo, que está completando cincoenta e cinco anos de sua realização nesta semana, foi o argentino Orosman Fassoli.

COMENTÁRIOS ()