Terça-Feira, 25 de Julho de 2017 |

Colunista


Espantando a Zebra


César Freitas


cesar.gfreitas@yahoo.com.br


GRENAL
Confesso que mordi a língua. O Clássico do último domingo superou todas as mais otimistas expectativas. Há muito que não se via jogo tão movimentado, tão cheio de alternativas. O gol de Williams no inicio do jogo obrigou o Grêmio ir para o ataque, abrindo flancos em sua defensiva. O Inter estava melhor quando ocorreu o gol contra de Jackson, numa jogada muito infeliz. Aí incendiou o clássico. Na etapa complementar o Grêmio veio melhor e numa bela jogada de ataque marcou o segundo gol, que parecia ser o gol da vitória. Porém, ocorreu o penalte em D´Alessandro, que converteu, dando cifras definitivas ao jogo. O empate foi um resultado justo.
BRASILEIRÃO
O Cruzeiro voltou a ser derrotado. Mesmo assim tem mantido uma considerável vantagem para os seus mais próximos seguidores, que continuam sendo, pela ordem Grêmio, Atlético PR e Botafogo. O Inter com o empate no Grenal caiu para a nona posição com quarenta e dois pontos. No Z4 estão o Vasco, Criciuma, Ponte Preta e Náutico.
COPA DO BRASIL
Na última quarta feira foram preenchidas três vagas das semifinais dessa competição. O Grêmio derrotou o Corinthians nos penaltes e agora vai enfrentar o Atlético PR, que eliminou o Inter após um empate sem gols em Curitiba. O Flamengo, que surpreendeu ao golear o Botafogo no Maracanã é o outro semifinalista e agora espera o vencedor de Goiás X Vasco que jogaram na última quinta feira.
GRÊMIO
Ao empatar sem gols no tempo regulamentar com o Corinthians e após vencer nos penaltes, o Grêmio permanece vivo na Copa do Brasil. Apesar de ter sido melhor nos noventa minutos, os tricolores não conseguiram traduzir em gols essa vantagem. Na decisão por penaltes, Dida foi o grande herói ao defender três cobranças. É bem verdade que na última cobrança Pato colaborou, ao chutar de maneira muito displicente, facilitando em muito a defesa. Agora os comandados de Renato Portaluppi enfrentam o Atlético PR em datas ainda a serem definidas.
Neste domingo os tricolores vão ao estádio Couto Pereira enfrentar o Coritiba, que ainda está ameaçado de rebaixamento.
INTER
Ao empatar com o Atlético PR sem gols, o Inter deu adeus a Copa do Brasil. No primeiro jogo disputado aqui em Novo Hamburgo o Inter, ainda sob o comando de Dunga, havia empatado em um gol. Assim foi ontem a Curitiba com a obrigação de marcar um gol pelo menos para continuar vivo na competição. O Inter sai invicto da competição. Agora Clemer terá mais tempo para treinar sua equipe e assim melhores condições para lançar jovens como João Afonso, que hoje já é titular incontestável. Leandro Damião continua irreconhecível. O São Paulo é o adversário dos colorados neste domingo lá no estádio Centenário.
ENCONTRO DE CAXIAS DO SUL
No último domingo se realizou o décimo primeiro encontro de ex jogadores em Caxias do Sul. O evento organizado pelo Negri, Bagatini, Jipão, Humberto e Mickey esteve ótimo, como de costume. Estiveram presentes cerca de duzentos ex jogadores provenientes dos mais variados lugares. O próximo encontro será em 2015, pois a partir de agora o evento será bienal. No próximo dia vinte e um de novembro será a vez de Santo Ângelo promover o seu encontro, que é organizado pelo Mauro Freitas, Cebinho, João Carlos, Cometa e Maomé. Eis uma boa pedida para quem gosta de futebol e quiser conhecer a bela cidade missioneira de Santo Ângelo.
FORMULISMO
O regulamento do Gauchão de 1978 foi um dos mais estranhos. Para se classificar para uma fase seguinte o Grêmio tinha que ser derrotado no jogo com o Juventude, que foi disputado no dia vinte e cinco de outubro daquele ano. Foi o que ocorreu, pois os tricolores foram derrotados por quatro a três. Valdir, Rubenval e Serginho marcaram para o Grêmio e Amauri dois, Plein e Flecha foram os goleadores esmeraldinos. O Grêmio, que era treinado pelo saudoso Telê Santana, jogou com Remi;Valdoir, Adilson (Vilson), Baideck ( Vicente) e Serginho;Valderez, Rubenval e Serginho; Botelho, Everaldo e Jurandir. O Juventude, que era treinado pelo também saudoso Enio Andrade, venceu com Vandeir; Jorge, Gonçalves, Edson (Renato Cogo) e Sanchez; Cacau, Amauri e Assis; Flecha, Plein (Vanio) e Ivanildo. Foi árbitro desse histórico jogo o Pedro Ivo Reis. Essa partida está completando trinta e cinco anos de sua realização nesta semana.

COMENTÁRIOS ()