Sexta-Feira, 26 de Maio de 2017 |

Colunista


Falando de Segurança


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


Alvorada recebeu no dia 19 de abril, 26 novos policiais militares, os quais passaram a integrar o efetivo do 24º BPM, após concluírem o curso de formação, realizado na Escola Érico Veríssimo, sob coordenação do Comando do Batalhão.
É um reforço no policiamento ostensivo, visando melhorar o atendimento aos moradores de Alvorada, somando-se aos que já estão desenvolvendo seu trabalho policial na cidade, que conta com uma estrutura policial para fazer frente à criminalidade.
Sangue novo é importante para modificar algumas rotinas, trazer novas idéias, oxigenar o ambiente, com novos ensinamentos ligados à doutrina policial, que deverá aliar-se à experiência adquirida dos mais antigos, reunindo teoria e prática para atender melhor à comunidade.
Alvorada precisa deste bom atendimento, uma cidade que se desenvolve necessita de segurança, que deverá atender às expectativas de todos, poder público e comunidade, para retirar o olhar preconceituoso que o município recebe de quem não conhece a realidade local.
Cabe agora aos novos policiais fazerem valer seu aprendizado, entender as características da população, as necessidades dos cidadãos, trabalharem com profissionalismo e, principalmente, servir às comunidades.
A polícia não age sozinha, necessita do apoio dos moradores, apontando as irregularidades, informando as alterações na rotina, enfim, contribuindo para que os policiais possam retirar da sociedade aqueles que não cumprem as leis.
Ser policial militar não é fácil, exige muita dedicação e sabedoria, para poder enfrentar diariamente novos desafios, que surgem inesperadamente, não há como prever o que acontecerá, os crimes acontecem e os policiais são chamados para resolver.
Que os novos brigadianos tenham sucesso na tarefa de bem servir, proteger e salvar vidas.

COMENTÁRIOS ()