Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017 |

Colunista


Falando de Segurança


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


ESCOLAS DESTRUÍDAS

O pior da educação do ser humano manifesta-se quando ele ataca a instituição que deve respeitar, mantendo o espaço físico onde recebe o ensino que levará para a vida toda, onde futuramente seus filhos poderão estudar.
No entanto o que está acontecendo é que os alunos estão destruindo suas escolas, não conservando o lugar onde estudam, quebram cadeiras e classes, riscam paredes, quebram vidros, rasgam cortinas, além de agredirem professore e envolverem-se em brigas dentro e fora das escolas, ou seja, alunos que não respeitam a instituição escolar.
Muitos trazem má formação na sua educação vinda da família, que deveria primar pela educação básica para que convivam em harmonia com as outras pessoas, porém nada disto acontece, estas falhas na base fazem com que os professores tenham que se desdobrar para cumprir o papel da família e, ainda, desempenhar a função de trazer conhecimentos para os alunos.
Quando os familiares não respeitam regras, desrespeitam leis e não se preocupam com as coisas alheias, isto será absorvido pelas crianças, que terão imensa dificuldade em cumprir regras e respeitar os professores, ou seja, os filhos são o reflexo do que os pais fazem.
Assim quando vemos uma escola incendiada em Eldorado do Sul, pelo simples prazer de destruir, acabando com a rotina de muitas crianças que lá estudam, chegamos à conclusão de que algo falhou na educação daqueles que destruíram uma escola.
Mas a falta de educação e suas conseqüências chegam a outros setores, não respeito aos idosos, quando não cedemos lugar no ônibus lotado; quando atiramos lixo no chão, vindo a entupir os bueiros, causando alagamentos; quando ouvimos som alto afetando a vida dos vizinhos; quando furamos uma fila, enfim, são tantos exemplos da má educação que só nos resta constatar que realmente nossa educação está sendo destruída, assim como muitas escolas que são depredadas por alunos que não foram bem educados por todo o sistema de ensino e educação.

COMENTÁRIOS ()