Quinta-Feira, 30 de Março de 2017 |

Colunista


Falando de Segurança


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


LUTANDO PARA VIVER

Nossa saúde é o resultado de uma rotina de cuidados com o corpo, que se deteriora com a passagem do tempo. À medida que vamos envelhecendo, todos nossos sistemas desgastam-se, nossos sentidos ficam menos aguçados.
Viver por muito tempo depende de uma série de hábitos saudáveis, sem os quais nosso organismo acaba fragilizando-se com o aparecimento de doenças, algumas invisíveis e assintomáticas, como alguns tipos de câncer que só aparecem quando não há mais nada a fazer.
Para sobrevivermos precisamos consumir alimentos que façam funcionar nosso organismo, sem excessos, mas devido ao nosso ritmo de vida, comemos de forma inadequada, sem horários, não raro, muitas pessoas almoçam com pressa, ou pior, fazem lanches, enquanto trabalham.
Somos uma máquina que precisa de manutenção constante, mas se não nos preocuparmos teremos diversos problemas ao longo da vida, sobrepeso, problemas intestinais, insônia e, principalmente, alterações psicológicas como irritação, depressão ou stress, com evidente reflexo no corpo.
Se não tivermos tempo para nossa família, amigos e para os momentos de lazer estamos fadados a sofrer algum tipo de doença psíquica. Da mesma maneira se não houver preocupação com uma dieta saudável, teremos doenças. Nosso organismo responde às nossas ações, levando-nos pela vida, que será mais longa se nos preocuparmos em manter nosso corpo e mente.
Pela nossa rotina lutamos diariamente para viver, contrariamos o que nosso organismo precisa, colocando muito de coisas inadequadas e deixando de lado nutrientes necessários, mas se quisermos uma vida longa precisamos repensar hábitos e ações.
Sedentarismo e excessos resultam numa saúde mais frágil no longo prazo, pois somos muito acomodados, precisamos sentir que estamos doentes, ver a doença, se ela não aparece ou não nos incomoda, vamos vivendo.
Muitos de nós, por exemplo, sabem que não podem beber, pois vamos destruir o fígado, mas continuamos enquanto não surgir uma cirrose, ou temos alto grau de colesterol, somado à falta de atividade física, que vai entupindo nossas veias, mas só vamos nos preocupar se tivermos um problema no coração.
Não é fácil ser saudável, realmente é uma luta constante contra todas as tentações e facilidades de nosso mundo, prazeres imediatos que mascaram os problemas futuros.

COMENTÁRIOS ()