Terça-Feira, 27 de Junho de 2017 |

Colunista


Falando de Segurança


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


COMPRE SEU AR CONDICIONADO OU....
Chegamos ao verão de 2014 com uma nova onda de calor, a maior das últimas décadas, assolando o Rio Grande do Sul com temperaturas altas e pouca umidade, tornando a rotina mais difícil para a população.
Com todo este cenário a aquisição de aparelhos de ar condicionado, novos ou usados, disparou, em cada prédio ou casa temos algum instalador colocando novos splits, mudando a paisagem urbana.
O sistema elétrico de vários imóveis não foi projetado para suportar a carga de tantos aparelhos, que precisam de toda uma estrutura para funcionar adequadamente sem sobrecarregar a rede elétrica.
Para sobreviver melhor os gaúchos tornaram-se dependentes destes aparelhos, aliás, em vários outros estados do Brasil esta realidade está presente, pois somente ventiladores não dão conta de tanto calor, assim o ar gelado torna a vida bem melhor.
Mas as repercussões disto para as redes elétricas são várias regiões sem a luz, pela queda do sistema, com isto temos belos aparelhos instalados, porém sem a eletricidade para funcionarem.
Passado este verão calorento teremos uma parcela da população com várias prestações para pagar e a sensação de que tiveram um período maravilhoso de bem estar e tranqüilidade.
Aqueles que não tiverem seu ar condicionado chegarão ao outono com a sensação de terem vencido uma batalha contra o calor, vencedores numa realidade de temperaturas extremas e dificuldades até para respirar.
Mas a vida continua com ou sem o ar condicionado, seguiremos em frente, com a certeza de que teremos no meio do ano um dos piores invernos das últimas décadas, então teremos que colocar nossos ares no ar quente e apelar para os aquecedores e fogões a lenha para aquecer nossas casas.
O calor afeta a vida de uma maneira ruim, tira a disposição, a vontade de trabalhar, portanto compre seu ar condicionado ou ficará desmanchando de suor. Ainda bem que tudo é passageiro e teremos um inverno maravilhoso para congelarmos de frio.

COMENTÁRIOS ()