Quinta-Feira, 30 de Março de 2017 |

Colunista


Falando de Segurança


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


Desespero de uma mulher
A situação da mulher que teve as duas mãos, um pé e parte de outro decepados pela violência do ex-companheiro é uma amostra do que o ser humano, quando dominado pela raiva e ódio, pode fazer com outra pessoa.
Imaginem uma mulher conviver anos com um homem, sendo agredida seguidamente, esperando que ele se recupere e passe a trata-la com carinho e atenção, o que não acontece, pois o agressor sente prazer ao ver a outra pessoa sofrendo, numa relação de submissão e dominação.
Quando a mulher resolve dar um basta nesta situação, separando-se do agressor, há uma mudança radical neste, que passa a tratar bem a companheira, para reconquistar seu espaço na vida da mulher, esta, que normalmente é apaixonada, cede e voltam a viver juntos novamente. Tudo volta a acontecer, novas agressões, registros policiais contra o agressor, nova separação, desta vez definitiva para a mulher, mas não para o homem.
Ele não aceita perder sua vítima, precisa dela para saciar sua sede de violência, alega que não pode viver sem ela, usa de todos os artifícios para seduzir, porém a agredida prefere manter-se longe de quem já a fez sofrer tanto, reconstruir a vida e buscar um novo companheiro para ser feliz.
Esta nova realidade faz o agressor entrar em surto, parte para uma última investida, seduz a mulher, reaproxima-se. Quando percebe que conquistou a confiança, parte para a agressão, desta vez com um claro objetivo: acabar com a vida daquela que o desprezou, não sendo sua não será de mais ninguém.
Outras pessoas podem ser mortas, até mesmo os filhos. Depois de tudo o agressor poderá acabar com a própria vida. Teremos mais uma tragédia e o aparecimento de pessoas dizendo que ouviam os gritos, as discussões, mas não se envolviam.
Sabe de algum caso, denuncie, faça sua parte, ajude a mulher que não consegue livrar-se desta situação, também ajudará o agressor, para pagar pelas suas atitudes e passar por tratamento para mudar suas atitudes. Não se omita, pois isto poderá resultar na morte de pessoas inocentes e famílias destruídas.

COMENTÁRIOS ()