Terça-Feira, 28 de Março de 2017 |

Colunista


Falando de Segurança


Paulo Franquilin


franquilin.pc@gmail.com


Novamente passamos de ano, tivemos todas as atividades normais neste momento de renovação. Comemos lentilha, não comemos galinha, pois dizem que não é bom, Enchemos a casa de lentilha nos cantos, guardando sete grãos dentro da carteira para termos dinheiro durante todo o ano.
Não podemos esquecer de colocar roupas íntimas amarelas, e roupas brancas para que nossos sonhos sejam verdade em 2013, com muito dinheiro no bolso e saúde para dar e vender, se bem que vender saúde seja difícil com tantas faltas de leitos no Brasil.
Estouramos champanhes ou espumantes, bebemos, dançamos e comemoramos o ano que se foi ou o ano que chega, tanto faz, o importante é comemorar, frutas, doces e algumas crendices fazem parte deste momento dos seres humanos.
Esquecemos por alguns instantes todos os problemas e dificuldades, enquanto ouvimos o pipocar de bombas e assistimos encantados o brilho dos fogos nos céus, iluminando a vida de todos, somos felizes por contemplarmos este espetáculo inédito a cada ano novo.
E viveremos 2013, como vivemos 2012, com todas as nossas dificuldades, falta de dinheiro, discussões, problemas, mas com certeza será um ano melhor do que o que já passou, afinal cumprimos todos os ritos de passagem de ano, então tudo vai melhorar, basta acreditar que nossas atitudes neste dia farão toda diferença nos próximos 365 dias.
Mas se melhorarmos nossas atitudes, olharmos para os demais como irmãos, deixarmos de lado o egoísmo e a falsidade, aí sim viveremos melhor, tendo como contrapartida dos outros a educação, o carinho e a convivência pacífica, vamos ter um ano novo muito melhor.


COMENTÁRIOS ()