Tera-Feira, 06 de Junho de 2023 |

Colunista


Política e Saúde


Darci Barth



Os 25 anos de experiências na gestão do Hospital de Alvorada

Neste dia 19 de janeiro de 2023, completamos 25 anos de atividades no Hospital de Alvorada. Em meados de 1997, a Fundação Universitária de Cardiologia (FUC) foi convidada pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul para assumir a gestão do hospital, que funcionava desde 1985.

De parte da FUC, duas pessoas foram decisivas para que as negociações fossem concretizadas: o Dr. Ivo Nesralla, diretor-presidente da Fundação na época, e o Dr. Roberto Benevett, que assumiu a coordenação do projeto. Pelo lado do Estado, estiveram juntos, o governador Antônio Britto e o secretário estadual de saúde, Dr. Germano Bonow.

Em janeiro de 1998, começamos a atender os pacientes adultos e pediátricos, e no mês seguinte, as gestantes. O hospital foi ampliado em 28 leitos em sua maternidade já no ano seguinte. Em 2001, instalamos a UTI Neonatal com 20 leitos.

No ano 2010 foi inaugurado um prédio anexo à área destinada para atenção ao parto
humanizado, com oito salas de partos normais, projetadas para o melhor atendimento às gestantes, com possibilidade de receberem acompanhantes de sua livre escolha.

Além destas melhorias, instalamos a unidade de hemoterapia, qualificamos o serviço de imagens com a instalação de novos equipamentos de raio-x e ecografias, implantamos o ambulatório de pré-natal de risco e fomos realizando as transformações necessárias para qualificar a assistência em nosso nível de atenção secundária, com ênfase na linha de cuidado materno infantil. Isso possibilita o cuidado a 88% dos nascimentos dos munícipes de Alvorada.

Nesse período, passamos de 50 para 121 leitos, bem como de 2.500 para 6.400 internações anuais.
Apesar de todas as melhorias acima descritas, nossa capacidade instalada está aquém das necessidades do município.

Para isso, estamos sempre em busca de melhorias. Recentemente fomos contemplados com recursos do Programa Avançar 3, que serão destinados para a ampliação da UTI neonatal, novas instalações do laboratório de análises clínicas e melhorias na rede elétrica, iniciando já em 2023. Também estão assegurados os recursos para futura aquisição de um tomógrafo.

Ressaltamos que esses 25 anos foram de aprendizado e de sucesso nas ações realizadas, entretanto entendemos que seja necessário um amplo debate com autoridades e comunidade para que sejam viabilizadas as melhorias dentro do que lhe compete na atenção de média complexidade hospitalar. Nossa instituição segue sempre à disposição de toda a sociedade local.

COMENTÁRIOS ()