Domingo, 09 de Agosto de 2020 |

Colunista


Tradição e Cultura


Valdemar Engroff


gaucho.valdemar@pop.com.br


Chasque do Patrão José dos Santos

Senhoras e senhores, quero aqui fazer um pedido de uma cadeira de rodas a uma pessoa querida do CTG Sentinelas do Pago, que sofreu um acidente e está precisando.

Esta pessoa é a mesma que fez uma doação de uma cadeira de rodas há alguns meses atrás para o CTG Sentinelas do Pago e esta foi entregue a um rapaz do Bairro UMBU. Se souberem de alguém que possa fazer esta doação, agradeço muito. Um abraço do Patrão José dos Santos. Contatos pelo fone Wathsapp (51) 991.121.165

67º Congresso Tradicionalista Gaúcho será em São Borja

Em janeiro de 2018, São Jerônimo, pertencente à 2ª Região Tradicionalista do RS, sediou a 66ª edição do Congresso Tradicionalista Gaúcho. E neste evento, em plenária, foi escolhida a Capital Gaúcha do Fandango, a Terra dos Presidentes – São Borja, para sediar nos dias 11, 12 e 13 de janeiro de 2019 a 67ª edição do evento, que é um dos maiores eventos administrativos do Movimento Tradicionalista Gaúcho, sendo possível, graças à parceria entre o MTG, a Fundação Cultural Gaúcha, a cidade de São Borja e o CTG Tropilha Crioula.

Um dos pontos altos do conclave é a eleição para o presidente do MTG e do Conselho Diretor, que serão realizadas na tarde de sábado. Concorrem dois candidatos à presidência da nossa Federação: o atual presidente Nairo Callegaro e pela primeira vez teremos uma prenda concorrendo. Trata-se de Elenir de Fátima Winck. Será um duro embate, no campo das ideias e das propostas para o Movimento para o corrente ano.

Dionísio Costa, os Quatro Gaúchos e Família Ortaça

O galpão principal do Primeiro CTG do Mundo – o 35 CTG será palco de um grande fandango no dia 12 de janeiro, quando na ocasião, teremos o grande espetáculo musical (show) com a Família Ortaça, que vai apadrinhar o lançamento do trabalho fonográfico, o CD “Essência do Gauchismo”, do meu amigo Dionísio Costa e dos amigos do Grupo Os Quatro Gaúchos, que vão animar o fandango até alta madrugada. Estaremos lá com certeza. Contatos pelos fones (51) 986.168.814. 992.933.442 ou 985.838.588. O 35 CTG fica na Av. Ipiranga, 5300, em Porto Alegre.

Gaita: Não tem música sem ela (1)

No Rio Grande do Sul, ela é conhecida como gaita, mas seu nome oficial é acordeão. Desde a chegada dos imigrantes alemães e italianos por aqui, no século 19, gera fascínio e encanta os mais diversos públicos. Berço de gênios do instrumento, como Honeyde Bertussi, Luiz Carlos Borges e Edson Dutra, o Rio Grande agora vê um outro mestre do acordeão, Renato Borghetti, levar adiante um projeto que incentiva a formação de talentos do gênero, com a Fábrica de Gaiteiros.

Retratos da Fama homenageia este instrumento que está intimamente ligado à música gaúcha, conta sua história e ouve quatro grandes representantes do gênero para entender o fascínio que a gaita exerce no mundo da música nativista. E dê-lhe, gaita! Fonte. Sítio do Diário Gaúcho de Porto Alegre, do dia 19 de julho de 2014, por José Augusto Barros. Continua.....

COMENTÁRIOS ()