Quinta-Feira, 06 de Agosto de 2020 |

Colunista


Tradição e Cultura


Valdemar Engroff


gaucho.valdemar@pop.com.br


MTG anuncia medidas de amparo às entidades

Preocupado com o impacto da pandemia do coronavírus em nossas entidades filiadas, o Movimento Tradicionalista Gaúcho adotará uma série de medidas para tentar minimizar essas consequências. O primeiro assunto a ser enfrentado é a possibilidade de parcelamento das anuidades. Para o ano 2020, a orientação aos patrões é que enviem um documento ao MTG manifestando o desejo de realizar a quitação em até seis parcelas. Para um possível parcelamento das anuidades de 2021, a diretoria vai preparar uma proposta a ser discutida com os coordenadores, para ser submetida na próxima convenção.

Nos próximos dias, por outro lado, cada patrão estará recebendo um link para preencher um formulário, pelos quais buscaremos traçar um perfil de nossas entidades, como número de sócios e atividades realizadas no ano. Nesse questionário, queremos ouvir as queixas e sugestões para nossa gestão, buscando um planejamento de ações com foco no fortalecimento de nossas bases, que são os CTGs, piquetes e departamentos.

Em outra frente, nossa equipe estará dando assistência sobre os editais que que serão lançados pela secretaria de Cultura do Estado. Parte destes recursos será destinada exclusivamente a oficinas a serem desenvolvidas por entidades tradicionalistas, a partir de uma emenda parlamentar apresentada pelo deputado estadual Matheus Wesp. Serão 30 projetos contemplados por este edital específico. Cada oficina receberá R$ 5 mil. Saiba como essas oficinas vão funcionar, no link ( https://bit.ly/2UBheaA ).

Além disso, o segmento tradicionalista também poderá se beneficiar, de outro edital, de R$ 3 milhões, esse dedicado a todos os segmentos culturais. Importante: os editais ainda não foram publicados. Portanto, as inscrições ainda não estão abertas. Fonte! Buscamos este chasque no sítio oficial do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) em seu sítio Facebook em 02 de abril de 2020.

Em tempos de pandemia fala mais alto a solidariedade

As entidades tradicionalistas de Alvorada estão fechadas e vão permanecer assim por tempo, digamos, indeterminado, onde seguem as determinações e decretos do Governo do Estado, do Município de Alvorada e do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG). Mas a solidariedade se sobressai com atitudes das patronagens que focam na coleta de alimentos não perecíveis para as pessoas mais necessitadas de Alvorada.

Um destas iniciativas aconteceu sábado passado (04 de abril) no galpão do CTG Amanhecer na Querência, com porteiras abertas das 14 às 17h, onde foram arrecadados mais de duzentos quilos de alimentos não perecíveis, transformados em cestas básicos e destinado a famílias carentes da comunidade onde o CTG está inserido. Também foram arrecadados materiais de limpeza e higiene pessoal. A patronagem da entidade agradece a todos que se empenharam no gesto concreto de doação e faz um agradecimento especial à Subcoordenadoria de Alvorada, CTG Amaranto Pereira, CTG Bento Gonçalves da Silva e ao Piquete Lenço Colorado (departamento campeiro do CTG Amanhecer na Querência).

E continuemos em quarentena, pois, até a última quarta-feira, Alvorada estava com quatro casos confirmados de Coronavírus e um óbito, de uma enfermeira que estava na linha de frente no combate do Covid-19, no Hospital Conceição, onde trabalhava.

COMENTÁRIOS ()