Quarta-Feira, 12 de Agosto de 2020 |

Colunista


Tradição e Cultura


Valdemar Engroff


gaucho.valdemar@pop.com.br


CTG Sentinelas do Pago

O CTG Sentinelas do Pago vai repetir a dose. Programou, em tempos de pandemia, para o dia 17 de maio, o “pague e leve” por FR 35,00, um espeto de costela e uma porção de maionese (serve duas pessoas), com sobremesa grátis. Reservas antecipadas até o dia 16 de maio com o Patrão Alex pelo fone (51) 984.3573113. O CTG fica na Rua Porto Alegre, 216, no bairro Maria Regina.

CTG Gildo de Freitas

A primeira iniciativa foi um sucesso. E o CTG Gildo de Freitas vem com outro “busque o seu kit par o seu almoço caseiro”. Será no dia 17 de maio, composto por espeto misto (porco, frango, salsichão) e salada de maionese, que serve para duas pessoas (a R$ 25,00). Outra opção é o espeto de costela com salada de maionese (R$ 35,00) e também serve duas pessoas (com tele-entrega grátis). Reservas antecipadas pelo (51) 992.294.735. NÃO SERÁ PERMITIDO o consumo no local. O CTG fica na Rua Gamal Abdel Nasser, no Parque dos Maias, em Porto Alegre.

Chasque do MTG

O Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul foi convidado para auxiliar o Governo do Estado na elaboração de um protocolo para a retomada das atividades do setor. O convite foi feito na noite de segunda-feira, 11 de maio, em live transmitida na página da entidade e conduzida pelo conselheiro Tiago Ilha. Participaram a presidente do MTG, Gilda Galeazzi, o vice-presidente artístico Valmir Böhmer, o vice-presidente campeiro, Adriano Pacheco, e o vice-presidente administrativo, Cesar Oliveira. Representando o Estado, participaram a Secretária de Cultura, Beatriz Araújo; de Agricultura, Covatti Filho, e a diretora da Indústria Criativa da Seduc, Ana Fagundes.

O objetivo é montar um grupo de trabalho para discutir as particularidades do segmento tradicionalista e estudar a retomada das atividades em consonância com as determinações do Governo do Estado para cada região do Rio Grande do Sul, conforme o nível necessário de distanciamento controlado. A expectativa, segundo Covatti, é que a partir de agosto ou setembro as atividades comecem a ser paulatinamente retomadas e que até dezembro esteja tudo normal, desde que a curva de transmissão do coronavírus se achate e se obedeça os regramentos de segurança.
Atualmente, as atividades regradas por decreto do Governo do Estado estão divididas em quatro setores. O primeiro é de teatro, cinema e casas de espetáculos; o segundo, museus, galerias, casas de cultura e bibliotecas; o terceiro, cursos, escolas, atividades de formação cultural; e o quarto atividades ao ar livre. O MTG, como um todo, se insere em todos os grupos (campeira, artística, cursos etc).

Gilda Galeazzi, durante a transmissão, demonstrou preocupação com a situação das 1700 entidades tradicionalistas do Rio Grande do Sul. César de Oliveira reforçou o sentimento de saudade que todos têm de retomar a rotina tradicionalista e a importância de cada um fazer sua parte para que se tenha êxito no combate ao coronavírus. Fonte! Chasque remetido por Sandra Veroneze.

COMENTÁRIOS ()