Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017 |

Colunista


Tradição e Cultura


Valdemar Engroff


gaucho.valdemar@pop.com.br


GRUPO TCHÊ VÉIOS
Grupo bueno da cidade de Alvorada está pedindo cancha para o Rio Grande e já está mostrando a sua qualidade por onde está passando. E no dia 29 de dezembro, vai pro galpão do 35 CTG, animar a última domingueira de 2013. Contatos pelo fone do CTG (51) 3336-0035. O 35 CTG fica na Av. Ipiranga, 5300.
DESEMBARCANDO....
Natal já é passado. Infelizmente, para a grande maioria, é apenas uma data comercial. E o festejado é apenas um suposto bom velhinho, o papai Noel. Na minha infância..... isso faz tempo, o natal era antecedido pelo advento, que era uma preparação para a comemoração do nascimento de Jesus Cristo. Mas hoje, este piá ficou em segundo plano e os comerciantes comemoram as suas vendas (e os consumidores lamentam as suas dívidas)....
Mas chegou a hora de nos despedirmos e de desembarcarmos de 2013. Então temos que olhar para trás e fazer as nossas contas, computando vitórias, dificuldades, derrotas e principalmente, a vida, a saúde e a família que temos.
....EMCARCANDO
Após o desembarque de 2013, montemos no pingo e vamos a galope para embarcar em 2014. O futuro, daqui alguns dias, algumas noites, algumas horas, será presente e vamos ter pelo menos uma oportunidade por dia para sermos felizes, para realizar sonhos e para cumprir as promessas do final de 2013. Comecemos agora, desde já a execução dos nossos projetos para o ano de 2014, com garra, alegria, vigor, fé e para os tradicionalistas da nossa terra, com muito amor pelo Rio Grande e pela nossa tradição.
PORTO ALEGRE ESPERA O RIO GRANDE EM JANEIRO
A capital de todos os gaúchos vai escancarar as porteiras e receber os tradicionalistas de todo o Rio Grande, das 30 Regiões Tradicionalistas, nos dias 10 a 12 de janeiro, quando Porto Alegre será sede do 61º Congresso Tradicionalista Gaúcho, onde vamos discutir os rumos do Movimento para o ano vindouro. E o ponto alto do evento será a carreira marcada, para a eleição do MTG, onde temos tuas chapas na cancha. Uma encabeçada por Manoelito Carlos Savaris, que tentará retornar ao cargo de presidente do MTG e Paulo Souza, que concorre ao cargo pela primeira vez.
CAUSO: TELMO DE LIMA FREITAS & O TIGRE VÉIO
Pois este prosaico cuento, que vou repartir com vocês, eu ouvi da boca do meu irmão de ideário artístico, o grande Telmo de Lima dos Versos Freitas, um dos maiores poetas e cantadores verdadeiramente grandes deste Rio Grande de Deus e nosso.
Segundo o Telmo Jundiá (apelido que o Nico Fagundes lhe alcançou!), o TIGRE VÉIO era um celebrado bandido (missioneiro também de São Borja) que apalavrado com um chefe político de então, recebeu deste a incumbência de exterminar (por motivações políticas!) toda uma família de estancieiros vizinhos, aqui numa cidade lindeira com a Argentina.
Após a conclusão do servicinho (como o TIGRE VÉIO dizia!) ele foi até a casa do mandante receber a outra metade do pagamento previamente acertado.
Chegou e após uns mates incensados por palheiros e prosas sobre o tempo largou queimando cartucho (direto que nem trem de porco) e foi dizendo ao mandante que mateava com um brilho de satisfação no olhar frio de ave de rapina:
- Pois oiá coronel véio vim lhe entregar o servicinho. Conforme o senhor me pediu fui lá e matei toda aquela gente. Inté um papagaio alarife que fazia alaúza numa gaiola, que eu não sou de deixar serviço "pola" metade!
- É assim que se faz TIGRE VÉIO - disse o coronel.
- Só que quando eu ia saindo. Quando botei o pé no estrivo pra me cambiar de "vorta" ouvi um choro de criança lá dentro e "vortei". Era um gurizinho chorando num berço. Arranquei da minha adaga costa de vareta e levei ela "dereito" a ele por riba do berço e ele parou de chorar e começou a sorrir pra mim e pegou a querer brincar com a "foia" da minha adaga! O senhor me conhece coronel véio que eu sou um índio do coração peludo que nunca deixei serviço "pola metade e que nunca me casei pra não "aturá" choro e manha de piá, mas aquele guriznho não me "alimei matá"!!!
Encarou bem o coronel no grão dos "zoió" e acrescentou inocentemente encerrando o assunto:
- ENTERREI VIVO! ! !
Esse era o famoso TIGRE VÉIO que dormia de espora e não rasgava as cobertas... Fonte! Este é um dos chasques (causos) do João Sampaio, publicado no sítio Entre Mates e Guitarra. Abra as porteiras clicando em www.entremateseguitarra.blobspot.com

COMENTÁRIOS ()