Sexta-Feira, 26 de Maio de 2017 |

Colunista


Tradição e Cultura


Valdemar Engroff


gaucho.valdemar@pop.com.br


UMA VIDA CEIFADA AOS 26 ANOS
Aconteceu em Alvorada, na noite de segunda-feira, dia 10 de fevereiro. Aconteceu tragicamente no Jardim Algarve / Porto Verde, onde uma vida foi ceifada por dois irresponsáveis que, segundo a grande mídia da Capital (Correio do Povo do dia 12 de fevereiro e Zero Hora do dia 11) estavam fazendo um racha com dois carros, pelas ruas estreitas da comunidade. No entanto, um dos carros atropelou uma menina e ela morreu a caminho do hospital de Alvorada.
Este fato estraçalhou a família Paranhos. Seu Moacir, um campeiro do CTG Amaranto Pereira, do tradicionalismo alvoradense e da 1ª Região Tradicionalista, sua esposa, seus demais filhos e familiares, bem como todos os seus amigos, em especial os tradicionalistas, estão em prantos. Descanse em paz Gil Radcke e desejamos força e superação a toda a família Paranhos.
ACABOU O MAIOR RODEIO CRIOULO
Mas é assim que a vida vai. É assim que a tradição vai. E de quebra, no lombo do cavalo. Pois é nos anos pares que acontece o maior rodeio crioulo da América Latina: o grande Rodeio Crioulo de Vacaria, organizado pelo CTG Porteira do Rio Grande a sessenta anos, que neste ano teve a sua 30ª edição, com mais de oito mil participantes na parte campeira, artística e dos esportes tradicionalistas. O seu término foi no último final de semana, com um público recorde, com a participação de mais de 300.000 participantes nas arquibancadas e nos galpões, vindos, além de todos os rincões do Rio Grande, dos mais diversos Estados brasileiros e dos mais diversos países da América do Sul.
INICIA A MAIOR CAVALGADA
Mal terminou o grande Rodeio Crioulo de Vacaria e vamos para a 30ª Cavalgada do Mar, capitaneada por Vilmar Romera, que vai acontecer entre os dias 14 e 22 de fevereiro, de Palmares do Sul até Torres, com paradas para um mate, pra um churrasco, pra um descanso pros cavaleiros e pros cavalos em Cidreira, Tramandaí, Imbé, Xangrilá, Capão da Canoa e Arroio do Sal. Centenas de cavaleiros são aguardados em Tramandaí, que oferece ótima área para acampamento e palco para espetáculos gauchescos e fandangos gaúchos. São aguardados em torno de 500 homens, mulheres e crianças com os seus cavalos, de todos os rincões do nosso Rio Grande, para percorrer todo o trajeto dos 240 quilômetros desta que é a maior cavalgada do mundo, em número efetivo de participantes.
CHASQUE DA SUBCOORDENADORIA
Na próxima segunda-feira, dia 17 de fevereiro, nas dependências do CTG Raça Gaúcha, a Subcoordenadoria vai realizar mais uma charla (reunião / encontro) dos patrões dos CTGs da cidade, tendo como pauta a elaboração do calendário de eventos tradicionalistas das nossas entidades e da Subcoordenadoria e a conclusão do projeto de PPCI (Projeto de Prevenção e Combate a Incêndios) para todos os nossos galpões. Contatos com o Subcoordenador Giovani Lemann pelo fone (51) 9149-4977.
CTG AMARANTO PEREIRA

Pois o CTG Amaranto Pereira já está te convidando para participares no mês de março do curso de danças de fandango, que vai iniciar no dia 14,às 20h30min (avançado, tendo como requisito no mínimo dez pares) e às 22h (curso básico, com qualquer número de inscritos). Contatos com Rodrigo e Libra, da Academia Alma Gaúcha pelos fones (51) 8041-5872; 8442-5633 e 3364-5883, ou com o patrão Orlando pelo fone (51) 9638-1879. Haverá um bom desconto para quem já é aluno da academia.
E no dia 15 de março, o CTG vai abrir as porteiras pro primeiro fandango com jantar campeiro, que terá a animação do Grupo Marca de Campo. O CTG fica na Rua Celso Lemes da Silva, 520, no Jardim Algarve.
SEM MAUS TRATOS EM VACARIA
Que os bons exemplos do Rodeio Crioulo de Vacaria se espraiem pelo Rio Grande, pois um dos maiores laçadores do nosso Estado foi banido do evento. Alam Soares, de Nova Santa Rita foi punido com a expulsão das provas, ao bater em rês e no próprio cavalo, ao errar uma armada, na modalidade Laço Pai e Filho, onde ele e seu pai Beto Soares estavam participando. O episódio foi acompanhado de perto pelo Ministério Público e pelo MTG, na pessoa do seu presidente Manoelito Carlos Savaris. São exemplos a seguir, pois os animais não podem ser maltratados, sob nenhuma hipótese.

COMENTÁRIOS ()