Terça-Feira, 16 de Janeiro de 2018 |

13º salário dos servidores será depositado nesta sexta-feira

Alvorada é um dos municípios do Rio Grande do Sul que não parcelou os salários em 2017

Por Redação em 15 de Dezembro de 2017

"Anúncio feito pelo prefeito Appolo nesta quarta-feira só foi possível graças a economia feita pelo Executivo " (Foto: Arquivo A Semana)


O prefeito José Arno Appolo do Amaral (PMDB) anunciou na tarde desta quarta-feira, 13/12, que o 13º salário dos servidores públicos de Alvorada deve ser depositado nas contas dos trabalhadores na sexta-feira, 15/12. Essa informação vai à contramão de ações tomadas pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Porto Alegre e outras cidades, que precisaram parcelar ou pedir empréstimos para quitar os salários no decorrer do ano.

Em entrevista com o chefe do Executivo, foi informado que os vencimentos dos servidores, ao lado dos investimentos em saúde, educação e coleta de lixo, foram as prioridades deste primeiro ano de gestão. “Nós economizamos muito e cortando despesas que a gente acredita. Estamos tentando atender setores que são importantes para a nossa comunidade”, destaca o prefeito.

Appolo falou ainda sobre questões referentes a economia para o próximo ano e salientou a importância da parceria com os outros poderes para poder melhorar a infraestrutura do município. “Nós esperamos poder investir mais em obras e nas ruas do município. Para isso contamos com o apoio dos deputados, independente do partido, para recebermos emendas e podermos reinvestir na cidade” finaliza o prefeito.

Economias

Há cerca de duas semanas, o secretário da Fazenda (SMF), Marcelo Machado, aceitou a convocação da Câmara de Vereadores e explicou ao Legislativo questões referentes a economia do município. Segundo ele, a atual gestão herdou uma dívida de R$ 104 milhões do governo passado. Para diminuir os custos e as dívidas que foram adotadas diversas ações.

Em agosto, durante entrevista com o secretário de Governo e Gabinete (SGG), foi salientado os altos valores gastos com os alugueis. Para diminuir esses custos, foram tomadas algumas medidas. Entre elas estavam a entrega do antigo prédio da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM), a renegociação de valores dos atuais contratos e o incentivo para a conclusão do prédio da Câmara de Vereadores.

COMENTÁRIOS ( )