Domingo, 27 de Novembro de 2022 |

A Semana promove cobertura das eleições e entrevista três candidatos a governador e dois ao Senado Federal

Série de reportagens acompanhou os postulantes que visitaram o município após a homologação da candidatura

Por Redação em 30 de Setembro de 2022


Desde que as candidaturas foram homologadas – após as convenções partidárias – e os políticos deixaram se ser pré-candidatos para se tornarem candidatos, o Jornal A Semana deu início a cobertura das eleições de 2022. O objetivo era acompanhar os postulantes ao cargo de governador e senador que visitassem o município com sua candidatura confirmada.

Neste período, cinco nomes vieram até o município para apresentar seus projetos e propostas. Postulantes ao Governo do Estado estiveram Edegar Pretto (PT), Eduardo Leite (PSDB) e Onyx Lorenzoni (PL). Já disputando por uma cadeira no Senado Federal vieram Hamilton Mourão (Republicanos) e Olívio Dutra (PT). Todos falaram sobre projetos, propostas e reinvindicações para Alvorada.

Pautas do Estado

O primeiro a visitar Alvorada como candidato foi Edegar Pretto (PT), no final de agosto. Entre seus projetos e propostas para Alvorada está o investimento em escolas mais acolhedoras, redução da fila de atendimento do SUS e novas alternativas para o transporte público. Ele também se mostrou contrário ao pedágio da ERS-118.

O político acredita que existem outras alternativas para investimentos na ERS-118 e adiantou que a ligação com a Freeway também é uma prioridade. “Eu conversei com o presidente Lula e ele me disse que a primeira reunião dele será com os governadores. Ele já me pediu a lista de obras importantes para ligar as regiões porque elas serão prioridades”, justifica Pretto.

Já na primeira quinzena de setembro, Onyx Lorenzoni (PL) visitou o município. Em entrevista, ele também se mostrou contrário a instalação de uma praça de pedágio na ERS-118. Contudo, sua principal prioridade está no desenvolvimento econômico de Alvorada e de todo o Rio Grande do Sul. Ele fez críticas as medidas adotadas na pandemia e afirmou que pretende investir na industrialização.

O ex-ministro explicou os princípios que devem mover o seu trabalho, que será focado no desenvolvimento econômico. “Nós queremos simplificar e desburocratizar para mostrar que o governo tem um bom olhar para quem trabalha e produz. Isso é completamente diferente do que foi feito nos últimos anos. Parece que o empreendedor precisa ser castigado e punido”, enfatiza Lorenzoni.

Por último, quem visitou Alvorada foi o candidato a reeleição, Eduardo Leite (PSDB). Em um almoço promovido na ACIAL ele trouxe dados de sua administração e afirmou que os investimentos estão sendo feitos e não podem parar. Entre os principais pontos destacados pelo político está a redução dos índices de criminalidade de Alvorada.

O ex-governador também se recordou dos empecilhos encontrados no início de sua gestão. “Quando nós assumimos havia uma crise financeira que não nos permitia nem pagar o salário dos servidores. Isso afetava a prestação de serviços públicos e nós promovemos uma série de reformas que nos permitiram colocar as contas em dia, reduzir impostos e abrir espaço para investimentos”, pondera Leite.

Postulantes ao Senado

O primeiro candidato ao Senado que visitou Alvorada foi Hamilton Mourão (Republicanos). Em almoço na ACIAL, ele falou da importância de elege-lo como o senador de direita. Ele também explicou suas motivações de concorrer e que Alvorada será prioridade de seu mandato.

Já nesta semana, quem visitou o município foi Olívio Dutra (PT). Ele caminhou pela cidade e se reuniu com professores para tratar da educação, algo que ele acredita ser primordial e uma de suas pautas. Em sua fala, resgatou investimentos importantes que já foram feitos e a importância de se retomar esses projetos para mudar a vida das pessoas.

COMENTÁRIOS ( )