Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020 |

Acidente na rótula da Flores da Cunha com a Getúlio Vargas reacende debate sobre mobilidade

Segundo relatos de moradores e comerciantes, local registra acidentes quase todos os dias

Por Redação em 25 de Setembro de 2020

"Apesar de não haver registros de acidentes nos órgãos de segurança, moradores e empresários alegam colisões quase que diariamente" (Foto: Guilherme Wunder)


Na última semana, um acidente com vítima fatal aconteceu na rótula da Avenida Presidente Getúlio Vargas com a Avenida Flores da Cunha – que dá acesso ao Bairro Umbu. Com isso, muitas pessoas se solidarizaram e voltaram a debater a segurança daquele cruzamento. Isso devido a sinalização viária e ao alto fluxo de trânsito naquela região – que aumentou após a inauguração do UniSuper.

O parecer da comunidade

A reportagem foi até o supermercado Unisuper para ver o trânsito da região. Lá quem recebeu a reportagem foi o gerente da loja, que explicou os problemas da região. “Tem muito movimento e o pessoal não respeita. Todo dia tem acidente aqui. Infelizmente houve um óbito na semana passada, mas não adianta. Já houve protestos e foi pedido semáforo ou outros investimentos, mas não fazem nada”, relata Everton Machado.

Segundo ele, infelizmente o poder público não realiza investimentos na região e não atende as reivindicações da comunidade – colocando em risco a vida de motoristas e pedestres. “Já foi cobrado, já foi feito protesto e nada adianta. É preciso ter uma atitude mais incisiva. Se vocês passarem aqui no fim de tarde vão ver o horror que fica o trânsito nos horários de pico”, desabafa o alvoradense.

No estacionamento do mercado estava Claudia Dornelles, que mora na região e confessa que o acesso é bem complicado – e piora nos horários de pico. “Seguido tem acidente nessa rótula. A gente já cobrou da Prefeitura e eles só fizeram a rótula, mas depois que construíram o mercado teve um aumento no trânsito e a Prefeitura não investiu na mobilidade da região”, finaliza a dona de casa.

Respostas do Executivo

Em nota enviada pela Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) foi informado que não existe nenhum registro de acidentes com danos materiais ou vítimas no primeiro semestre – segundo dados do Departamento de Trânsito e da Brigada Militar – naquela região. Contudo, a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana estuda alternativas para melhorar a segurança na rótula.

Entretanto, a nota ressaltou também que é necessário que os pedestres e motoristas tenham mais responsabilidade no trânsito. “Todo cruzamento requer atenção e obediência a sinalização por parte dos motoristas, caso contrário qualquer local se torna perigoso. O local é bem sinalizado, logo o que os motoristas e pedestres devem fazer é obedecer às sinalizações existentes e as regras de trânsito”, finaliza a nota.

COMENTÁRIOS ( )