Quarta-Feira, 28 de Outubro de 2020 |

Alvorada celebra 55 anos de sua emancipação e Jornal A Semana relembra a história

Aniversário foi celebrado na quinta-feira, 17 de setembro

Por Redação em 18 de Setembro de 2020

"Alvorada celebra 55 anos de sua emancipação e Jornal A Semana relembra a história" (Foto: Arquivo A Semana)


Em 17 de setembro de 1965, o interventor Antônio Antonino Alves assumiu o município de Alvorada para a emancipação. Desde então, 55 anos se passaram e a cidade da região metropolitana de Porto Alegre segue crescendo. Segundo estimativa do IBGE, Alvorada conta hoje com mais de 210 mil habitantes, sendo assim a 11ª maior cidade do Rio Grande do Sul.

Na sua curta história, Alvorada já contou com nove prefeitos. São eles: Antônio Antonino Alves (1966 a 1969), Pedro Antônio de Godoy (1969 a 1973 e de 1989 a 1993), Elisardo Duarte Netto (1973 a 1977), Marne Machado Feijó (1977 a 1983), Léo Barcellos (1983 a 1988), José Arno Appolo do Amaral (1993 a 1996 e de 2017 até 2020), Stela Beatriz Farias Lopes (1997 a 2004), João Carlos Brum (2005 a 2012) e Sergio Bertoldi (2013 a 2016).

Cabe salientar que esse ano teremos eleições na cidade e elas podem ter dois significados bem importantes. Caso Appolo ou Stela ganhe a eleição, teremos o primeiro prefeito eleito por três mandatos da história. Agora, caso o vencedor seja Juliano, Junior, Martello ou Valmor; Alvorada contará com o 10º prefeito eleito de sua história política na Prefeitura.

30 anos da Lei Orgânica

O ano de 2020 também ficou conhecido pelos 30 anos da Lei Orgânica de Alvorada. No dia 03 de abril de 1990 foi concluída e promulgada a Lei Orgânica do município, após seis meses de trabalho. O texto apresenta 179 artigos elaborados pelos vereadores com sugestões da comunidade. Para que todos soubessem o que continha na Lei Orgânica, no dia 07 de abril de 1990, o Jornal A Semana publicou na íntegra esta Constituinte.

Símbolos da história

Alvorada conta com, pelo menos, dois símbolos. O primeiro é o brasão, desenhado por Valnei Aguiar. Ele realizou uma pesquisa sobre a cidade e demorou cerca de 10 dias para terminar o desenho, que foi instituído como Lei em 1975. “O desenho foi todo feito a mão e não podia ter nenhum erro, pois ele não pode receber alterações. O que é utilizado hoje é idêntico”, contou o alvoradense em entrevista realizada em 2015.

“Alvorada, Alvorada. Sempre um novo Amanhecer, és orgulho desta gente que te exalta e faz crescer”. Pouca gente sabe, mas como qualquer outra cidade Alvorada também tem um hino e este é o refrão das sete estrofes composto por Estelamaris Oliveira Cezar. Em 2002 entrou no Coral Municipal e como sempre gostou de escrever poemas e poesias, foi incentivada a se inscrever no concurso para escrever o hino do município.

Pandemia cancela festividades

Tradicionalmente, no dia 17 de setembro acontecem festejos como o Baile Municipal, que integra as atividades alusivas à data. Além de reunir centenas de pessoas em um espaço para celebrar a data o evento também arrecada valores para entidades que necessitam. No entanto, por conta da pandemia do coronavírus nenhuma atividade foi realizada.

COMENTÁRIOS ( )