Sbado, 27 de Fevereiro de 2021 |

Após seis meses do prazo apresentado, obras nas calçadas da Avenida Piratini não saem do papel

Segundo a SMOV, a METROPLAN não repassou as verbas das obras para a empreiteira responsável

Por Redação em 15 de Janeiro de 2021

"Alguns moradores já cogitam fazer as obras de calçada com dinheiro do próprio bolso devido à demora" (Foto: Guilherme Wunder)


Em julho de 2020, a reportagem do Jornal A Semana atendeu um chamado da comunidade que mora na Avenida Piratini. O motivo eram as calçadas da via. Isso porque, quando o contrato entre a METROPLAN e a Prefeitura foi assinado, era previsto a pavimentação da via e a construção das calçadas. Contudo, ao chegar ao local, é possível ver que as obras não tinham sido executadas.

Na época, a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) enviou uma nota informando que as calçadas fazem sim parte do contrato assinado pela Prefeitura e a expectativa era de que, até o final de agosto, as obras na região fossem concluídas e entregues. Nessa semana, a equipe retornou ao local e foi possível averiguar que as obras nas calçadas seguem paradas.

O parecer da comunidade

No local foi possível conversar com Vivaldino Borges, que mora há mais de 40 anos no bairro e afirma estar buscando alternativas para ter a calçada. “Eu já estou pensando em pagar e fazer por conta. Estou esperando há tanto tempo e nada da Prefeitura. Tem outros moradores que cansaram de esperar e também estão pagando do próprio bolso. Isso porque a Prefeitura nunca vem”, salienta o aposentado.

Para Ivo Lima, que mora há 30 anos no bairro, os empreiteiros afirmaram que a calçada não seria feita porque eram contratos distintos. “Nos outros locais eles faziam as duas coisas juntos, mas aqui eles fizeram o asfalto e foram embora. A empresa nos dizia que não iam fazer à calçada e que o contrato era só do asfalto. Nem nos encanamentos eles mexeram mais”, desabafa o alvoradense, que também cogita fazer a própria calçada..

Respostas do Executivo

A reportagem entrou em contato com o secretário de Obras e Viação (SMOV), Rogerio Negreiros, para compreender os motivos desse atraso. Segundo ele, não há prazo para conclusão das calçadas devido à falta de recursos. “Esta obra é com recurso da METROPLAN e as empresas não receberam nem o serviço já executado”, explica o titular da pasta.

COMENTÁRIOS ( )