Terça-Feira, 22 de Agosto de 2017 |

Buracos na rua forçam ônibus a entrar de ré no fim da linha do Jardim Aparecida

Cidade. Manobra dos veículos bloqueia rua vizinha e causa reclamações de moradores

Por Redação em 17 de Março de 2017

"Canaletas profundas chegam a se formar nas ruas de chão batido" (Foto: Rene Almeida)


Há pelo menos dois meses os motoristas da linha Jardim Aparecida estão tendo que utilizar toda a sua habilidade ao volante para estacionar os ônibus no fim da linha. Isso porque a esquina das ruas Frederico Mentz e Procópio Ferreira, por onde os ônibus deveriam fazer o retorno, está intransitável. Canaletas profundas se formaram no local, o que tornou impossível, não só ônibus, como qualquer veículo passar por ali.

A solução encontrada pelos motoristas do transporte coletivo foi entrar de ré na rua. Porém, a manobra causa o bloqueio da rua vizinha, A. J. Renner, além de incomodar os moradores próximos ao local com o barulho. “Causa muitos transtornos essa rua assim. 5h40min sai o primeiro ônibus, aí com o barulho da [marcha] ré, ninguém mais dorme”, relata Alzira de Assis, vizinha da rua. Além do barulho, a moradora conta que os motoristas de veículos que passam pela Rua A. J. Renner reclamam do bloqueio que o ônibus causa e discussões com os condutores dos coletivos são frequentes.

Alzira diz que já ligou três vezes para a Secretaria Municipal de Obras e Viação (SMOV) reclamando do problema e em todas elas foi informada de que em poucos dias providências seriam tomadas. Passados aproximadamente 30 dias da primeira ligação, a situação continua a mesma. A moradora ainda afirma que, ás vezes, até água de esgoto fica empossada nos buracos.

Prazo

Contatado, o Secretário Valdemir Martins (SMOV) informou que o problema já está na programação e será colocado como prioridade. Até a próxima semana reparos devem ser feitos no local.

COMENTÁRIOS ( )