Quinta-Feira, 23 de Maro de 2023 |

Contrato entre VAL e Prefeitura termina no mês de abril e nova licitação ainda não foi lançada

Contudo, a administração municipal afirma que o serviço do transporte público não será interrompido

Por Redação em 17 de Fevereiro de 2023

"Contrato de permissão entre a VAL e a Prefeitura termina em abril deste ano" (Foto: Arquivo A Semana)


Em maio do ano passado, o Jornal A Semana noticiou que o contrato entre a Prefeitura e a Viação Alvorada (VAL) se aproximava do fim. O encerramento dele é abril deste ano e, até o momento, nenhuma nova empresa foi contratada. Para compreender em que pé anda este processo, foi visitada a Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana (SMSMU) do município para conversar com o titular da pasta, Sergio Coutinho.

Confira a entrevista abaixo

Jornal A Semana – O município já trabalha no processo licitatório para o novo contrato de transporte coletivo?
Sergio Coutinho – Nós contratamos uma empresa de consultoria especializada em transporte público para fazer o estudo de uma nova modalidade para o município. Ela tem o prazo de seis meses para entregar este estudo e ele não ficará pronto até abril, mas temos na lei municipal a possibilidade de renovar por até 180 dias com a VAL.
Jornal A Semana – A VAL se mostrou interessada em permanecer por esse período?
Sergio Coutinho – Existe um acordo. Nós comunicamos a empresa e ela se mostrou interessada em permanecer atuando até que o estudo seja concluído. Nós estamos tranquilos porque provocamos a empresa e ela se mostrou interessada. Estamos definindo para que eles sigam nos mesmos moldes de hoje por mais 180 dias.
Jornal A Semana – Existe o risco de o município ficar sem o serviço sendo prestado?
Sergio Coutinho – Até outubro já devemos ter o estudo concluído e com a licitação pronta para atender a nova modalidade. Não corre o risco de o município ficar sem o transporte público, que melhorou após a vinda dos subsídios do Governo Federal.

Posicionamento da VAL

A reportagem do Jornal A Semana entrou em contato com o diretor-executivo da Viação Alvorada (VAL), Jose Antônio Ohlweiler. Ele explicou que a empresa ainda não assinou a renovação de contrato por até 180 dias com a Prefeitura. Por mais que exista o interesse por parte da prestadora de serviços, para que as negociações possam avançar o Município tem que definir o escopo do serviço a ser prestado e a forma de remuneração.

COMENTÁRIOS ( )