matéria sobre o esgoto que corria no meio da Rua Comendador Coruja, no bairro Jardim Porto Alegre. Na época, os moradores da região reclamavam do."/>

Quarta-Feira, 26 de Abril de 2017 |

Corsan conserta vazamento de esgoto no Jardim Porto Alegre após reportagem

Há seis edições, o Jornal A Semana publicou

Por Redação em 13 de Abril de 2017

"Problema de vazamento foi consertado no final da tarde da quarta-feira, 12 de abril" (Foto: Divulgação)


Há seis edições, o Jornal A Semana publicou matéria sobre o esgoto que corria no meio da Rua Comendador Coruja, no bairro Jardim Porto Alegre. Na época, os moradores da região reclamavam do mau cheiro e do estado da rua de chão batido onde os carros passavam com dificuldade. Após todo esse tempo, a reportagem voltou ao local e constatou que a situação continuava exatamente a mesma. Pois na tarde desta quarta, 12/04, a Corsan realizou os reparos necessários no local.

No início de março, o setor de distribuição da Corsan, responsável pelas redes de esgoto que pertencem a companhia no município, informou que os trabalhos para refazer uma rede auxiliar que passa por uma rua vizinha seriam iniciados já na semana seguinte a publicação da matéria. Entretanto, isso não ocorreu. Contatado novamente, Ocleidi Paz, chefe de esgoto da Corsan, explicou que havia uma obstrução na rede de calçada da rua e solicitou a substituição da parte da rede que estava quebrada. Ao final da tarde de ontem, 12/04, o serviço estava concluído.

Lixo

Na mesma matéria anterior do Jornal A Semana, haviam reclamações de uma moradora, que preferiu não se identificar, sobre o lixo que se acumulava num terreno baldio da Rua Alberto Bins. Na oportunidade, o Secretário Municipal de Obras e Viação (SMOV), Valdemir Martins, informou que o problema seria posto na programação de recolhimento de lixo da secretaria. Esta semana, o local continuava acumulando sofás velhos, camas, madeiras e outros tipos de lixo, inclusive resíduos queimados ali mesmo. O entulho chega até a invadir a via. Procurado novamente pela reportagem, Martins diz que irá pedir fiscalização no local e irá multar o proprietário do terreno caso seja constatada a responsabilidade dele. Caso contrário, providenciará o recolhimento dos materiais.

COMENTÁRIOS ( )