Quarta-Feira, 27 de Janeiro de 2021 |

Duplicação da ponte da Gleba deve diminuir tempo de espera para sair ou voltar de Alvorada

Obra é fruto de contrapartida de uma empresa que está se instalando no município

Por Redação em 27 de Novembro de 2020

"Segundo Rogério Negreiros, titular da Secretaria de Obras e Viação (SMOV), o investimento é de cerca de R$ 300 mil " (Foto: Matheus Pfluck)


Atualmente motoristas que utilizam a ponte da Gleba, no Bairro Passo do Feijó, em horários de pico para chegar ou sair de Alvorada devem ter muita paciência por conta da demora na passagem dos veículos. Isso porque o trecho tem mão única e só pode passar um carro por vez.

Entretanto, este problema deve ser contornado quando enfim esta ponte que fica no Bairro Passo do Feijó ser duplicada. O projeto prevê uma pista de rolamento de 5,7 metros de largura em uma extensão de 24 metros, com acesso pela Rua Nova Prata e deve estar pronto em até 30 dias.

Comunidade

A moradora Amanda de Jesus Pinto de 34 anos conta que esta demanda é um pedido antigo da comunidade. “Quer que eu seja bem franca? Desde que era pequena eu escuto que vão fazer a publicação da ponte e espero que este ano saia, mas vai demorar”, avalia.

Já o técnico instalador de internet, Mauricio Ribeiro de 37 anos fala que diariamente utiliza a ponte para se deslocar para Porto Alegre ou voltar para Alvorada. “A pior parte da ponte ser em pista única é no final da tarde porque até atravessar para o outro lado fica até 15 minutos parado. E será que vão erguer? Porque ajudaria muito os moradores em função da água nas enchentes”, lembra.

Contrapartida

Segundo Rogério Negreiros, titular da Secretaria de Obras e Viação (SMOV), o investimento é de cerca de R$ 300 mil e já foi feito a terraplanagem e colocação de estacas para que seja executada a fundação. A ponte propriamente dita é pré-moldada e está sendo construída noutro local para então mais tarde ser instalada no lugar da já existente.

Negreiros ainda explica que as obras estão sendo realizadas por uma empresa que está se instalando em Alvorada. “A obra é uma contrapartida da empresa e o controle e fiscalização é feito por eles. A gente fez o projeto, passamos para eles executar a obra e agora estamos acompanhando”, fala.

COMENTÁRIOS ( )