Sexta-Feira, 07 de Outubro de 2022 |

Ginásio Tancredo Neves completa 30 anos de sua inauguração sendo o principal palco esportivo do município

Espaço inaugurado em 06 de setembro de 1992 é utilizado pelas mais variadas modalidades e agremiações

Por Redação em 16 de Setembro de 2022

"Hoje o Ginásio reúne boa parte das competições esportivas do município" (Foto: Moisés Pfluck)


Na terça-feira, 06/09, um espaço público completou 30 anos de sua inauguração. Trata-se do Ginásio Tancredo Neves, que foi aberto para o público em 1992. Ao longo destes anos, o espaço se tornou o palco dos principais esportes do município. Competições estaduais e municipais – das mais variadas modalidades esportivas –, ações culturais e sociais com a população.

A história deste instrumento

Na primeira edição do Jornal A Semana, que circulou em 20 de junho de 1989, foi capa a construção do Ginásio Municipal de Esportes – ainda sem nome na época. O Ministério da Educação (MEC) liberou NCz$ 300 milhões. A ideia inicial era de construí-lo na Praça João Goulart e havia a ideia de que as arquibancadas fossem móveis e pudessem ser utilizadas no Ginásio e em eventos da Avenida Presidente Getúlio Vargas.

Em novembro do mesmo ano, enquanto se aguardava a assinatura do convênio junto a SEHAC para a liberação da verba, foi informado que o Ginásio seria construído próximo a SOUL – local em que se concretizou a obra. Segundo o prefeito da época, Pedro Antônio (PMDB), aquela era uma área ampla e que teria espaço suficiente para comportar o Ginásio e o estacionamento.

Segundo o arquiteto da Prefeitura responsável pela obra, Fernando da Costa, a demanda do Ginásio era, principalmente, no aspecto cultural. “Nós precisávamos de um Ginásio e também de um palco, pois a população estava sedenta por apresentações e shows. Por isso construímos um palco da proporção do que tinha na praça e ficou mais de um ano instalado”, justifica o fiscal.

O projeto previa duas canchas poliesportivas (basquete, futsal e vôlei) e tinha como objetivo propiciar à população um local para esporte e lazer, afinal existia a expectativa de que o local abrigasse os mais diferentes tipos de evento – fossem eles esportivos ou culturais. Inclusive, em dezembro de 1991, existia a expectativa de que ele fosse utilizado mais pela área cultural, já que o forte do município era o campo.

Uma das dúvidas levantadas na época em que ele foi construído se tratava do calor que seria dentro do Ginásio – o telhado seria de zinco. “O zinco era repelente do calor e não absorvente. Nós fizemos o que deveria ser feito, que são os exaustores. A nossa referência era a Unisinos e a gente utilizou as soluções térmicas que existiam na época. Naquela época era o que se tinha”, finaliza Costa.

Foi no aniversário de 27 anos que o Ginásio foi inaugurado oficialmente. No dia 06 de setembro de 1992, durante a programação alusiva a emancipação, o local foi aberto oficialmente. Na programação estava uma missa de ação de graças e shows culturais. Também houve a Feira Comercial e Industrial de Alvorada, que ocorreu entre os dias 17 e 27 de setembro.

Algo que só se teve conhecimento anos depois foi de que o recurso conquistado por Alvorada – na época NCz$ 300 milhões – foi perdido. Em 1989, quando a obra é anunciada, mas a Prefeitura não conseguiu dar início nas obras em tempo hábil e teve de devolver o recurso. A informação foi confirmada pelo prefeito da época, Jaime Serra Otto, em setembro de 1992.

A importância do Ginásio nos dias de hoje

Hoje o Ginásio Tancredo Neves é um instrumento da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude (SMCEJ). Somente neste ano, ele já recebeu as competições municipais de futsal e basquete; além de competições estaduais de câmbio, vôlei e futsal. Na área cultural, houve concurso de TikTok, festival de canção nativa e apresentação de ballet. Isso sem falar em formaturas e outras ações sociais; entre outras atividades.

Em entrevista, o secretário Jefferson Teixeira destacou que o local recebe muitos eventos culturais e esportivos – tanto a nível municipal quanto regional. “A importância é ímpar. Ele é o nosso único espaço público como Ginásio e é ali que são realizadas as grandes competições esportivas. Essa é a casa do melhor futsal da região metropolitana e tem uma boa aceitação dos frequentadores”, afirma o titular da pasta.

No decorrer da pandemia, o espaço acabou se reinventando e recebeu lives de artistas e produtores culturais. O objetivo era levar alegria para a casa das pessoas. Isso sem contar do trabalho em parceria com a Secretaria de Saúde (SMS). “A campanha de vacinação também esteve dentro do Ginásio e foi lá que conseguimos dar vasão a grande demandas que se tinha da população”, justifica o secretário.

Para o titular da pasta, a procura é muito grande e competições como a Liga William Morgan e os campeonatos gaúchos de futsal são alguns dos destaques. Além disso, o Ginásio recebeu o Festival da Canção Nativa, eventos da Brigada Militar, formaturas, casamentos e atividades religiosas. Isso faz com que o calendário do local esteja sempre completo e intenso.

Além das atividades esporádicas, também existe o trabalho regular que é desenvolvido pela própria SMCEJ durante todo o ano. “A gente está sempre com a agenda lotada e a população pode usar a noite para a prática esportiva nos horários vagos. Durante o dia, a nossa estrutura oferta mais de dez atividades diariamente para a comunidade” encerra Teixeira.

COMENTÁRIOS ( )