Quinta-Feira, 23 de Maro de 2023 |

Padre Libanor Picetti completa 35 anos na Igreja Santo Antônio

No dia 14 de fevereiro, o padre Libanor Picetti celebrou...

Por Redação em 17 de Fevereiro de 2023

"Primeira missa de Picetti em Alvorada aconteceu em 1988" (Foto: Arquivo A Semana)


No dia 14 de fevereiro, o padre Libanor Picetti celebrou os 35 anos de trabalho no município – mais precisamente na Paróquia Santo Antônio. Durante todo esse período, Picetti esteve presente na igreja, localizada na Rua Primavera, 414, no Bairro Formoza. Ali participou da construção da atual paróquia e também desenvolveu uma série de projetos sociais.

Em entrevista realizada em 2018, o padre conta que foi aos 19 anos que decidiu entrar para o seminário e se tornar padre – graças ao apoio do pai e do padrinho. Antes de vir para Alvorada, Picetti teve passagens por outras comunidades (confira no histórico ao final da reportagem). Ele conta ainda que, quando chegou ao município, quase desistiu da missão – devido a igreja “vazia” com 150 pessoas.

Contudo, ele acabou permanecendo e está em Alvorada há 35 anos. Além de seu trabalho na igreja, o padre também coordena projetos sociais para os alvoradenses de todas as idades – algo que ele pretende seguir desenvolvendo. Além disso, ele afirma que não quer sair da cidde e que pretende trabalhar até os 95 anos de idade dentro da Paróquia Santo Antônio.

Histórico

O padre Libanor Picetti nasceu em 19 de março de 1950, na cidade de Garibaldi, no interior do Rio Grande do Sul. Aos 19 anos, entrou para o seminário para estudar e se tornar padre. Na época ele tinha até namorada, mas acabou abrindo mão para poder seguir sua vocação. Ele teve o apoio de seu pai e de seu padrinho para se mudar e começar sua nova vida em Farroupilha.

Antes de vir para Alvorada, em 1988, Picetti também passou pela Capela São Luiz, no interior de Garibaldi. Em seguida foi para São Luís do Maranhão, onde fundou o Albergue João Calábria – que funciona até hoje. Contudo, após um ano voltou ao Rio Grande do Sul, por ocasião do falecimento de seu pai. Mais tarde também perdeu sua mãe Domingas.

Antes de chegar à Paróquia Santo Antônio, esteve à frente da Paróquia São Luiz, em Canoas, quando recebeu o convite do Bispo Diocesano para trabalhar em Alvorada a título de experiência, por um período de 15 dias. Por aqui haviam passado quatro padres em dois anos e ele aceitou esta nova missão, chegando a Alvorada em 14 de fevereiro de 1988 – há 35 anos.

COMENTÁRIOS ( )