Sexta-Feira, 07 de Outubro de 2022 |

Primeira etapa das obras do antigo prédio da Câmara deve ser concluída até 15 de agosto

Com isso, mudança de departamentos da administração devem ocorrer até outubro

Por Redação em 05 de Agosto de 2022

"A empresa responsável trabalha para entregar a obra no prazo estipulado" (Foto: Guilherme Wunder)


As obras na antiga sede da Câmara de Vereadores – devolvida para a Prefeitura em 2019 – estão próximas do fim. Isso porque a empresa responsável tem até o dia 15 de agosto para concluir a etapa que lhe compete. Depois disso, a administração municipal deve iniciar a ocupação de parte do andar e reformular os departamentos da Prefeitura para diminuir os valores gastos com os aluguéis.

A expectativa era de que essa obra tivesse sido concluída em abril, mas houve um atraso devido a problemas vistos na estrutura. “A gente descobriu que não teria como manter o telhado, pois a madeira estava cheia de cupim. Isso não estava nos nossos planos. Agora nós trocamos as telhas para não nos preocuparmos pelos próximos 50 anos”, explica o secretário de Gabinete e Relações Comunitárias (SMGRC), Paulo Ramos.

Contudo, para colocar o prédio em funcionamento, parte dele será concluído até o dia 15 de agosto. Além disso, deve ser feita uma porta de acesso que vai ligar a Prefeitura até a rampa da antiga Câmara. Com isso, será feito o acesso interno e disponibilizada a acessibilidade junto ao segundo piso da Prefeitura. A parte da elétrica deve ser concluída por servidores da administração.

Para um segundo momento ficará a reforma da rampa e a transformação da antiga plenária em um novo salão nobre. Mas a mudança para o andar desocupado deve ocorrer antes disso. “Outubro nós temos que estar lá. As obras restantes a gente depende do termo de referência junto a engenharia”, afirma o secretário de Administração (SMA), Luiz Carlos Telles.

Depois de concluído o termo de referência será lançada uma nova licitação para contemplar o que não foi possível concluir agora. Enquanto isso, a parte liberada deve ser ocupada. “Tão logo a gente resolva a elétrica, sobe a Secretaria da Fazenda e alguns departamentos de outras pastas. Eles entregam essa parte até o dia 15 de agosto. Depois disso tem o planejamento do secretário para as mudanças”, encerra Telles.

Biblioteca em novo endereço

Com essa mudança, a Biblioteca Luís Fernando Veríssimo será contemplada. Isso porque ela deve retornar para uma de suas antigas sedes. “Assim que houver as mudanças na Fazenda, a Biblioteca volta para o subsolo da Prefeitura. Não terá de ser feito grandes adaptações, pois não entra mais água no local e ela já foi a sede da Biblioteca no passado”, finaliza Ramos.

COMENTÁRIOS ( )