Sábado, 18 de Novembro de 2017 |

Alvoradense toma posse como procurador do estado

Elton Benini foi empossado juntamente com mais 12 colegas advogados

Por Redação em 03 de Julho de 2017

"Elton junto de seus pais Marilene e Milton Benini" (Foto: Arquivo Pessoal)


O governador José Ivo Sartori empossou, nesta quinta-feira, 29/6, os novos procuradores aprovados no 14º concurso público finalizado em janeiro de 2016. Um deles, Elton Benini, é alvoradense e foi empossado junto de seus 12 colegas.

A busca pela vaga começou em 2014, quando o advogado se candidatou para o concurso. Ao todo foram quatro fases de provas terminando no início de 2015. Conforme ele, desde o término da faculdade de direito, ele se dedicou aos estudos para concursos públicos. “Meu objetivo sempre foi a advocacia pública, mas, no meio tempo, trabalhei três anos e meio como servidor do Tribunal de Justiça do RS e mais sete meses como servidor da Justiça Federal. Agora com a nomeação, assumo o cargo de Procurador do Estado”, afirma.

Carreira

Benini estudou desde as séries iniciais até o ensino médio na Escola São Marcos. Após isso, cursou a faculdade de Direito na Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio Grande do Sul.

Quando concluiu o ensino médio, o garoto estava indeciso quanto ao seu futuro, pois pensava em duas carreiras para seguir: administração ou direito. “Concluí o ensino médio pensando mais no vestibular do que na profissão. Passado o vestibular, refleti melhor sobre a carreira e as possibilidades que cada curso me oferecia. Optei pelo Direito”, esclarece.

Um dos grandes incentivadores do jovem a seguir a carreira de advogado foi seu tio, Alvides Benini, que já presidiu a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Alvorada por cinco anos. Muito orgulhoso de ver seu sobrinho sendo empossado como procurador do estado, Alvides lembrou da origem da família. “Isso é importante para uma família que saiu do interior de Garibaldi e veio para Alvorada trabalhar no comércio. Quando alguém chega numa das mais altas carreiras jurídicas, é algo relevante”, comenta.

A partir de agora, Elton acredita que exercerá a representação judicial do Estado do Rio Grande do Sul, bem como de suas autarquias e fundações de direito público, prestando consultoria jurídica à administração pública estadual.

Não escondendo sua alegria e emoção, Marilene Macagnan Benini, mãe de Elton, disse que incentivou o estudo do seu filho desde criança. “Incentivei ele muito, gostava de estudar e incentivei para que estudasse. Espero que siga conquistando seus objetivos”, fala.

Com a posse, a PGE terá 340 procuradores atuando em cerca de 900 mil processos judiciais e na consultoria jurídica de toda a administração pública estadual, no exercício em 17 procuradorias regionais no interior, nas procuradorias especializadas de Porto Alegre e junto aos tribunais superiores em Brasília.

Cerimônia

A sessão solene, que ocorreu no Palácio Piratini, foi prestigiada por secretários, deputados, autoridades, além de amigos, familiares e convidados dos novos membros da PGE. Para o procurador-geral do Estado, Euzébio Ruschel, o reforço é fundamental para recompor o quadro da PGE e enfrentar o trabalho intenso da instituição. “É um incremento muito importante para enfrentar o volume de ações, cumprindo com eficácia nosso compromisso com o Estado e com a sociedade gaúcha”, encerra.

A posse permite que a PGE concentre esforços na cobrança da dívida ativa; na Câmara de Conciliação de Precatórios; no Centro de Conciliação e Mediação do Estado; e no Sistema de Advocacia de Estado, com a designação de novos agentes setoriais para fortalecer a advocacia preventiva.

COMENTÁRIOS ( )