Sábado, 22 de Julho de 2017 |

Alvoroço alcança meta de recursos e filmagens do longa “Dormitório” serão retomadas

Produtora arrecadou 11% a mais do que necessitava

Por Redação em 23 de Junho de 2017

"“Dormitório” é o 5º longa da produtora alvoradense" (Foto: Divulgação)


A vaquinha deu certo! Depois de mais de um mês de campanha, a Alvoroço Filmes conseguiu arrecadar os recursos financeiros necessários e poderá retomar as gravações do longa-metragem “Dormitório”. O crowdfunding da produtora alvoradense pela internet havia iniciado em 9 de maio e terminou no domingo passado, 18/06, arrecadando 11% a mais do objetivo inicial de R$ 6,5 mil. Segundo a produtora, a vaquinha teve 107 contribuintes, sendo que 80 eram moradores de Alvorada.

“É gratificante saber que as pessoas da nossa cidade são as grandes apoiadoras do nosso trabalho, que não são meros espectadores, eles realmente torcem pelo nosso sucesso a ponto de investirem seu dinheiro nisso, algo que faz toda a diferença”, comemorou o diretor do filme, Evandro Berlesi.
Para celebrar a conquista e agradecer os apoiadores do projeto, Berlesi vai promover uma festa de confraternização com jantar campeiro do Ildefonso Milcharek e música ao vivo na sexta-feira, 30/06, no salão de festas da academia Vício (Av. Pres. Getúlio Vargas, 5323 – Tijuca).

As filmagens de “Dormitório”, o 5º longa da Alvoroço, devem ser retomadas na segunda quinzena de julho. O lançamento está previsto para 2018. A ideia da produtora é aproveitar a logística que será desenvolvida para concluir as filmagens e já produzir o próximo filme na sequência, armazenando conteúdo para editar depois. Se tudo correr como o planejado, a expectativa é que dois longas sejam lançados no ano que vem.

O filme “Dormitório” conta a história de vidas que se cruzam na rotina obscura de uma cidade dormitório. O longa tem a participação especial do ator Sirmar Antunes, além de diversos outros atores profissionais. Algumas cenas já foram gravadas no mês de novembro do ano passado na Escola Municipal Herbert José de Souza, no Jardim Algarve. As filmagens haviam sido interrompidas no início deste ano devido a falta de recursos.

COMENTÁRIOS ( )