Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017 |

Crítica de Pica-Pau

Filme estreia na próxima semana

Por Redação em 29 de Setembro de 2017

"O personagem se popularizou com o desenho na TV" (Foto: Divulgação)


Antes de lerem essa crítica, preciso que saibam que quem aqui escreve não é o público-alvo desse filme. Agora sim, feito essa primeira frase, vamos ao filme da semana (que estreia em cinco de outubro): “Pica-Pau”. Quem não conhece o famoso pássaro vermelho brincalhão e travesso que fez parte da vida de muitos dos leitores que acompanham este jornal?

Pois é, infelizmente, a ideia do longa não é alcançar esse público através de um viés mais saudosista e sim se modernizar e conquistar um público mais jovem. Apesar de algumas referências ao desenho clássico, existe pouca relação entre o personagem que fez sucesso na TV e o que acompanhamos neste lançamento.

Se ele consegue conquistar as crianças é difícil saber – apesar de que a maioria das crianças que estavam na sessão se divertiu – mas infelizmente faltou material ou até interesse para entreter o público que envelheceu e busca nostalgia com o filme. E isso que estamos falando apenas da busca pelo público-alvo da produção.

Isso porque, quando se analisam as questões técnicas, independente do que se busca, é praticamente unânime que ele deixa muito a desejar. Primeiro na escolha do elenco. Os produtores optaram pelo live-action ao invés de animação, mas entregaram atores fraquíssimos para os papéis de relevância da produção.

E, além das atuações fracas e caricatas, as linhas de diálogo são pobres e óbvias demais, demonstrando assim que o público-alvo do filme é realmente as crianças muito jovens e que, daqui a pouco, não conseguiriam compreender diálogos um pouco mais elaborados. Porém, para o público mais velho, doí nos ouvidos a obviedade e a falta de atuação dos atores.

O novo filme do “Pica-Pau” definitivamente busca apresentar o personagem para um novo público e só saberemos com o tempo se eles acertaram na escolha do seu objetivo. Porém, o longa abriu mão do saudosismo e da nostalgia e isso pode incomodar e muito os antigos fãs. Somente o tempo para sacramentar qual foi a melhor escolha.

Estreias da semana

Duas de Mim: Nesta comédia nacional acompanhamos Suellen, que é uma cozinheira que trabalha duro para manter sozinha o filho pequeno, a irmã mais nova e a mãe, até que, um dia, seus sonhos viram realidade: ela se divide em duas. Sua cópia, idêntica fisicamente, tem claras diferenças de personalidade, sendo muito mais extrovertida e corajosa. A ideia seria dividir as tarefas com a comparsa, mas logo Suellen percebe que sua sósia tem planos próprios.

Kingsman – O Circulo Dourado: No longa metragem de ação e espionagem, se descobre um súbito e grandioso ataque de mísseis praticamente elimina o Kingsman, que conta apenas com Eggsy e Merlin como remanescentes. Em busca de ajuda, eles partem para os Estados Unidos à procura da Statesman, uma organização secreta de espionagem onde trabalham os agentes Tequila, Whiskey, Champagne e Ginger. Juntos, eles precisam unir forças contra a grande responsável pelo ataque: Poppy, a maior traficante de drogas da atualidade, que elabora um plano para sair do anonimato.

COMENTÁRIOS ( )