Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017 |

Crítica de Uma Mulher Fantástica

Filme chileno estreou nesta quinta-feira

Por Redação em 08 de Setembro de 2017

"Obra é dirigida por Sebástian Lelio, conhecido pelo seu trabalho no filme “Gloria”" (Foto: Divulgação)


O filme desta semana, que estreou nesta quinta-feira, 07/09 é a produção chilena “Uma Mulher Fantástica”. O longa, que já vem chamando a atenção em alguns festivais de cinema pelo mundo tem grandes chances e potencial para estar entre os indicados de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar e também se fazer presente em outras premiações do circuito.

Na trama acompanhamos Marina, uma garçonete transexual que busca o sonho de ser uma cantora de sucesso. Para isso ela estuda canto lírico e se apresenta em clubes do Chile. Entretanto, ainda no início do filme, quando seu namorado falece, Marina tem que conviver com a desconfiança e o preconceito de todos a sua volta.

O que, de cara, é um choque de realidade para quem assiste ao filme, são os preconceitos e os abusos que Marina sofre no seu dia a dia. Isso acontece e é mostrado desde o início do longa, pois acontece em todas as situações, desde momentos simples como uma ida ao médico até quando ela deseja ir no velório de seu namorado.

Na direção está Sebástian Lelio, conhecido pelo seu trabalho no filme “Gloria”. E, mais uma vez, o diretor consegue entregar um projeto digno de nota. A produção é segura e Lelio consegue construir um filme forte e coerente, baseado no grande trabalho de atuação de Veja, que entrega toda a dramaticidade necessária para o papel.

Outro ponto positivo da direção de Lelio é a segurança dele. A ideia de não ousar tanto em planos diferentes e ir por uma opção segura e correta, mostra que menos é mais e entrega assim uma obra simples e intimista, mas com toda uma carga dramática, política e social que é necessária. Ainda mais se pensarmos que o Chile também é um país que debate questões homofóbicas.

“Uma Mulher Fantástica” é um longa necessário em um momento tão conturbado de discussão e fanatismo. Produções como essa têm sim que chegar ao grande público, seja pela sua qualidade técnica como também pelo tema abordado com tanta veemência política e social. Que mais filmes como esse cheguem aos cinemas nacionais.

Estreias da semana

IT: A Coisa: Neste longa de terror que adapta a obra de Stephen King apresenta a história de um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, que formam o clube dos perdedores. Com isso, a pacata rotina da cidade é abalada porque crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado são partes dos seus corpos. E, logo, os integrantes do grupo acabam ficando frente a frente com o responsável por tais atrocidades: o palhaço Pennywise.

Lino – Uma Aventura de Sete Vidas: Na animação acompanhamos Lino, que trabalha como animados de festas, mas não aguenta mais ter que suportar todos os maus tratos feitos pelas crianças, que zombam dele por trabalhar com uma ridícula fantasia de gato gigante. Determinado a mudar sua vida, ele contrata os serviços de um feiticeiro, mas, inesperadamente, a magia acaba sendo um tiro no pé e Lino se transforma justamente em um felino enorme.

COMENTÁRIOS ( )