Quarta-Feira, 21 de Abril de 2021 |

Eduardo Alves relembra a conquista do A Capella há cinco anos

Vocal5 conquistou o prêmio de R$ 70 mil e mais o troféu de primeiro lugar

Por Redação em 12 de Março de 2021


Em 2016, o Vocal5 ganhou o ‘A Cappella’ no Domingão do Faustão após várias apresentações que mostrou a qualidade e desenvoltura do grupo frente às câmeras. Na oportunidade Regina Machado (soprano), Karine Rodrigues (mezzo), Eduardo Alves (tenor), Manuel Abreu (tenor) e Gabriel Fleck (baixo) ganharam o prêmio de R$ 70 mil e mais o troféu de primeiro lugar.

No entanto, atualmente fazem parte do grupo Cintia de los Santos Alves, Bruno Cardoso e Guilherme Roman, tendo saído Regina (soprano) Manuel Abreu (tenor) e Gabriel Fleck (baixo). Os canais de contratação para show são: vocalcinco@gmail.com e RGP produções (51) 99511-4991. Já nesta semana, o Jornal A Semana conversou com Eduardo Alves, um dos integrantes, a fim de saber o que mudou desde a conquista e os projetos futuros. Confira a entrevista abaixo:

Jornal A Semana - Passado este tempo, gostaríamos de saber se o grupo teve alguma mudança e o impacto em ter sido campeões naquele ano?
Eduardo Alves - Foi muito importante, pois mudou a postura do grupo para uma mais profissional, tanto nos ensaios quanto na qualidade musical.

Jornal A Semana - Na matéria publicada por este jornal lá em 2016, você disse que não sabia ainda o que seria feito com o prêmio de R$ 70 mil, mas que seria revertido na infraestrutura do grupo. Realmente este valor foi investido nisto ou o que foi feito?
Eduardo Alves - O valor foi investido sim na infraestrutura do grupo, na locação de equipamentos para show, locação de transporte, na locação de estúdio para gravar áudio e vídeo e ajudar na divulgação do grupo.

Jornal A Semana - A última apresentação do grupo homenageou o grupo Roupa Nova. Porque isto? Quais as lembranças desta apresentação?
Eduardo Alves - Roupa Nova para nós é um ícone e referência de um grupo vocal instrumental e acappella. Suas interpretações e arranjos vocais nos ajudam a aprender bastante e aplicar um pouco nos arranjos do nosso grupo. Foi uma apresentação inesquecível e ter tido a possibilidade de cantar as músicas do Roupa Nova no programa foi muito prazeroso e uma honra para nós.

Jornal A Semana - De todas as apresentações durante o programa qual tem um significado maior para ti e por quê?
Eduardo Alves - Foi a primeira apresentação com a música “Todo Azul do Mar” do Flávio Venturini, pois além de ser uma música linda, foi com esta apresentação que tivemos a primeira experiência de cantar no programa. A produção realmente foi muito cuidadosa e atenciosa com todos.

Jornal A Semana - Quando se inscreveram realmente acreditavam que poderiam ganhar a competição?
Eduardo Alves - Na realidade foi um convite para participar da seleção junto com mais de 40 grupos vocais, e realmente não imaginávamos que ganharíamos a competição porque tinham grupos tão diferentes e todos muito bons!

Jornal A Semana - Atualmente o grupo vem se apresentando com certa regularidade?
Eduardo Alves - Até final de 2019 sim, tínhamos uma agenda razoável, iríamos dar um passo a mais no gerenciamento do grupo em 2020 foi quando tudo parou.

COMENTÁRIOS ( )