Sbado, 03 de Dezembro de 2022 |

Em meio a computadores e poesias

Fernando divide seus local de trabalho com os diversos troféus de rodeio

Por Redação em 30 de Julho de 2015

"Em meio a computadores e poesias "


A vida de Fernando da Silva Araújo, de 49 anos, se divide em duas partes, a arte da tecnologia da informação, onde ele trabalha com computadores, e a arte da poesia, onde é declamador.
Proprietário de uma lan house no Umbu ele passa o dia inteiro envolvido com a manutenção e configuração de computadores. No entanto, ele também passa o dia rodeado por seus inúmeros troféus de rodeios, que ele expõe em uma estante.
Fernando passou a se interessar pelo tradicionalismo quando levava sua irmã aos ensaios no CTG Chilena de Prata. “Tomei gosto pela declamação ao ouvir o Odilon Ramos declamando na Rádio Liberdade, a partir dai nunca mais parei de declamar”, explicou.
Começou a frequentar os Centros de Tradições Gaúchas/CTG cada dia mais, indo a bailes, ensaios e se filiou em diversos CTG’s, mas fixou raízes no CTG Bento Gonçalves da Silva.
Há 18 anos declamando em rodeios e concursos, Fernando exibe 75 troféus na sua lan house, vários de 1º lugar. Hoje, ele está um pouco afastado dos eventos, mas faz parte da comissão de avaliadores da 1ª Região Tradicionalista.
Já participou de algumas edições do Encontro de Arte e Tradição/Enart. Até hoje não conseguiu uma classificação para a final do concurso, que acontece em Santa Cruz do Sul, mas isso nunca o desanimou. “Nunca parei de declamar e nesse ano passei para a fase inter-regional, que vai acontecer em Venâncio Aires. Quem passar por lá vai disputar a grande final em Santa Cruz do Sul, mas não tenho muita pretensão, pois faço somente por que gosto”, explicou.
Em 2002 criou o site de poesias gaúchas: www.juntandorimas.com.br, onde tem mais de 1900 poesias disponíveis de diversos autores.

COMENTÁRIOS ( )