Sexta-Feira, 07 de Outubro de 2022 |

Filmes d'A Semana

Crítica de Tomb Raider – A Origem

Por Redação em 05 de Agosto de 2022

"Filmes d'A Semana" (Foto: Divulgação)


Mais uma adaptação oriunda dos videogames e mais um reboot de uma franquia que fez um relativo sucesso quando foi lançada. Essas duas características definem muito bem o filme “Tomb Raider – A Origem”, dirigido por Roar Uthaug e protagonizado pela talentosa Alicia Vikander. Obra essa que está disponível no Telecine e na Amazon Prime Vídeo.

O filme conta a história de Lara Croft que, aos 21 anos, leva a vida fazendo entregas de bicicleta pelas ruas de Londres, se recusando a assumir a companhia global do seu pai desaparecido há sete anos. Tentando desvendar o sumiço do pai, ela decide largar tudo para ir até o último lugar onde ele esteve e inicia uma perigosa aventura numa ilha japonesa.

E, ao contrário da grande maioria dos críticos, posso dizer que me diverti assistindo ao longa-metragem. Ele é divertido, tem cenas de ação bem executadas – apesar de serem surreais – e trazem Alicia Vikander fazendo uma grande atuação com o que foi dado para ela. E vocês vão entender o porquê essa frase tem sentido.

Falta profundidade para a personagem. Os roteiristas não se preocuparam em escrever um texto que apresentasse para o público os dilemas psicológicos e emocionais dela. Ou, quando explicaram, foi de forma rasa e isso faz com que a trama não seja tão verossímil assim. Só que isso não é culpa de Alicia e sim de quem trabalhou no roteiro.

Digo isso porque a atriz consegue entregar uma atuação convincente e com cenas de ação fortes. Ela lembra muito a personagens dos videogames e todas as sequências de perseguição – que lembram muito a franquia Indiana Jones – são empolgantes e conseguem entreter o público que busca diversão no cinema e não histórias densas.

“Tomb Raider – A Origem” acerta na escolha de seu elenco e erra no roteiro. Falta profundidade e mais explicações na história. A ideia de construir um blockbuster genérico demais pode prejudicar o início de uma franquia que tinha condições de ganhar sequências, visto a atuação de Alicia e a cena pós-créditos. É uma pena não ter sido possível ver mais da personagem, já que a produtora perdeu os direitos.

Estreias da semana

Além da Lenda – O Filme: Expandindo, o filme traz a história dos folclores brasileiros para a telas de cinema do Brasil. Uma vez por ano, a cada Dia do Saci, 31 de Outubro, também conhecido como "Dia das Bruxas", é revelado o livro sagrado que reúne todas as lendas do Brasil. Mas nessa data de Saci/Halloween, outros seres místicos de outros países vem para o país, onde pretendem roubar o livro e as lendas.

O Palestrante: Guilherme, um contador que acaba de ser demitido e abandonado pela noiva, viaja com o objetivo de resolver pendências da empresa. Sem encontrar um rumo, ele é confundido com um famoso palestrante. Em um impulso de quem não tem nada a perder, assume o lugar do tal Marcelo, sem saber que se trata de um palestrante motivacional contratado para animar os funcionários da empresa de Denise.

COMENTÁRIOS ( )