Quarta-Feira, 08 de Fevereiro de 2023 |

Filmes d'A Semana

Crítica de Z-O-M-B-I-E-S

Por Redação em 02 de Dezembro de 2022

"Filmes d'A Semana" (Foto: Divulgação)


Existem filmes que muitos consideram bobinhos – e são de certa forma – mas que conseguem trazer mensagens importantes para um público-alvo diferente e que não está acostumado a consumir longas mais densos e com críticas sociais mais profundas. ‘Z-O-M-B-I-E-S’ tem a missão inicial de entreter quem assiste, mas também traz mensagens necessárias.

50 anos depois de passar por um apocalipse zumbi, Seabrook é uma cidade alegre e cheia de conformismo. Os zumbis não são mais uma ameaça, mas são obrigados a viver em Zombietown, uma parte isolada da cidade. Quando os alunos de Zombietown são transferidos para a escola secundária de Seabrook, o zumbi Zed está determinado a jogar futebol americano, enquanto a humana Addison, sonha em ser líder de torcida.

Primeiro é preciso deixar registrado que este filme está disponível no Disney Plus e foi produzido para pré-adolescentes. Existem músicas muito bonitas e um par romântico previsível, mas engana-se quem pensa que o filme vai no óbvio ao buscar entreter o seu público. Por mais que os clichês do casal “diferente”, da líder de torcida e do jogador de futebol americano; existem pontos que podem ser aprofundados.

Um dos principais está no preconceito. Isso vai desde a família de Addison sobre uma condição específica sua até a relação com os zumbis, que são “aceitos”, mas seguem isolados e buscando seu espaço. O preconceito que eles sofrem e como isso muda quando eles ganham “poder” e “notoriedade” mostra um pouco da maldade e do jogo de interesses da nossa sociedade.

Outro ponto que chama a atenção é a humanidade do casal de protagonistas. Eles fogem do padrão-comum com que a Disney trata as suas princesas. Temos um casal com problemas reais. Assisti esse filme por uma indicação e essa relação – Zed e Addison – foi descrita como algo normal, sem melancolia e passando a naturalidade de um casal real e que brinca com o que acontece.

Não sei se ‘Z-O-M-B-I-E-S’ é um filme para toda a família, mas acho que deveria ser. Obviamente que a temática meio infantil pode afastar as pessoas, mas no fundo existem discussões que merecem ser feitas e são abordadas no decorrer do longa-metragem. Vale a pena assistir por isso e também pelas canções, que são muito boas e surpreendem quem assiste.

Estreias da semana

Até os Ossos: Maren Yearly é uma jovem que quer ser alguém que as pessoas admiram e respeitam. Quando sua mãe a abandona no dia seguinte ao seu aniversário, Maren vai à procura do pai que nunca conheceu e encontra mais do que esperava. O amor floresce entre uma jovem à margem da sociedade e um vagabundo marginalizado enquanto eles embarcam em uma odisseia de 3.000 milhas pelas estradas secundárias da América.

Dragonkeeper: Após um confronto com humanos, os dragões são banidos. Anos após esse acontecimento, uma inocente órfã chamada Ping começa a procurar pelos dois últimos dragões e descobre que um deles morreu e o outro está protegendo um raro ovo de dragão. Nesta perigosa aventura, Ping descobre uma forma de liberar seus poderes e torna-se uma verdadeira protetora ao tentar salvar os dragões da extinção.

COMENTÁRIOS ( )