Sbado, 19 de Setembro de 2020 |

Filmes d'A Semana

Crítica de Um Namorado Para Minha Mulher

Por Redação em 07 de Agosto de 2020

"Filmes d'A Semana" (Foto: Divulgação)


‘Um Namorado Para Minha Mulher’ é baseado na comédia argentina ‘Un Novio Para Mi Mujer’, de 2008. A versão original do longa-metragem foi um sucesso de bilheteria no país e isso acabou chamando a atenção da Paris Filmes a produzir a versão brasileira da história. Antes de mais nada, cabe ressaltar que o filme brasileiro é uma adaptação da história original, com peculiaridades exclusivas da versão nacional.

Na trama acompanhamos o romance de Chico e Nena. Os dois já são casados há quinze anos e passam por uma crise no seu relacionamento, graças a rotina e a chatice da esposa, que reclama de tudo e de todos. O problema é que Chico não tem coragem de terminar o seu relacionamento e, para isso, contrata um amante para dar em cima de sua mulher e fazer com que ela dê o fim no casamento.

Um dos diferenciais é o roteiro, que não foca apenas na comédia, ao contrário das produções do gênero. Isso porque a história tem o seu lado dramático bem desenvolvido. Nesse quesito Ingrid Guimarães se sai muito bem. Ela é sim uma mulher insuportável, mas é possível sentir empatia. Talvez seja porque a história desse casal é verossímil e conseguir fazer com que o público acredite é um ponto positivo.

Tanto Caco Ciocler como Domingos Montagner também está bem em seus papéis de, respectivamente, o marido bobo e o amante canastrão. Existem outros personagens secundários no filme, que tem seus espaços e conseguem dar conta do recado quando ganham destaque, seja Mia Mello em seus diálogos com Nena ou Marcos Veras como o melhor amigo de Chico.

A direção é de Julia Rezende, que consegue construir um dos melhores filmes de comédia dos últimos anos. Outro quesito bem trabalhado foi a trilha sonora. Todas as músicas eram conhecidas do grande público e se casavam muito com a trama que estava sendo construída. Isso sem falar no elenco e no trabalho feito em cima de cada um dos personagens, que tem todas as suas premissas básicas apresentadas.

O roteiro tem seus furos como, por exemplo, quando Chico pede para seu amigo Gastão contratar Nena para participar do seu canal do Youtube, deixando com que ele mesmo pagasse o salário dela. O erro foi que essa trama não foi descoberta na conclusão da história. Mas, mesmo com gafes, o roteiro acerta mais e alcança o seu objetivo de contar uma história verossímil e que conquiste a proximidade e atenção desejada.

Estreias da semana

SCOOBY! O Filme: Salsicha e Scooby tem uma conexão instantânea envolvendo comida em seu primeiro encontro, e logo se unem aos jovens detetives Fred, Velma e Daphne para formar a Mistério S/A. Só que, após resolver centenas de casos, eles encontram o desafio de impedir o “apocãolipse”, que virá quando o fantasma do cão Cerberus for liberado no mundo.

A Última Nota: O filme apresenta um dos períodos mais delicados da carreira de Henry Cole, um pianista que dedicou sua vida ao trabalho. No entanto, ele se afastou dos palcos após o falecimento de sua esposa. Agora, seu esperado retorno é ameaçado por uma crise repentina de ansiedade, mas ele possui alguém em quem confiar: a jornalista Helen Morrison, fã de música erudita.

COMENTÁRIOS ( )