Quarta-Feira, 21 de Abril de 2021 |

Filmes d'A Semana

Crítica de Bad Boys Para Sempre

Por Redação em 01 de Abril de 2021

"Filmes d'A Semana" (Foto: Divulgação)


Essa semana tem feriado e nada melhor do que reencontrar personagens que somos fãs em um novo filme. Isso virou moda em Hollywood – dar sequência a filmes do passado – e vem dando muito certo nas bilheterias. Por isso hoje trago um longa-metragem muito querido pelos fãs da franquia e que voltou aos cinemas em 2020 com uma sequência. Estou falando de ‘Bad Boys Para Sempre’.

O filme acompanha os policiais Mike Lowery e Marcus Burnett, que se juntam novamente para derrubar o líder de um cartel de drogas em Miami. A recém-criada equipe de elite do departamento de polícia de Miami, ao lado de Mike e Marcus, enfrenta o implacável Armando Armas. Isso tudo trazendo personagens interessantes da franquia original.

‘Bad Boys Para Sempre’ soube dosar a novidade do novo filme que dá um restart na franquia, mas ao mesmo tempo trouxe o saudosismo muito forte. Isso indo da trilha sonora até as relações entre Mike Lowery e Marcus Burnett, interpretados por Will Smith e Martin Lawrence. Além disso afirmo: que sintonia esses dois atores têm. Mesmo tantos anos depois, seguem muito afinados.

Outra coisa legal que eles sabem brincar é com a questão de o tempo estar passando para ambos. Isso vai dos debates sobre a aposentadoria até questões mais subjetivas, como pintar a barba e usar óculos. São recursos que trazem o saudosismo do passado, mas recolocam a franquia nos dias de hoje. Com certeza esse foi mais um acerto do terceiro filme da franquia.

Dessa vez também temos menos tempo para a comédia e mais para a ação – algo que pode ter pegado os fãs desprevenidos, mas que ajuda no amadurecimento da franquia. Óbvio que o filme não é uma obra de arte e tem seus defeitos, mas ele deixa bem claro o seu objetivo de entreter o público com uma história conhecida. Isso faz com que ele se permita levar menos a sério e ajuda na experiência.

Estreias da semana

Verão de 85: O longa-metragem se passa em um verão da década de 80. No aniversário de 16 anos, Alexis (Félix Lefebvre), enquanto está no mar da costa da Normandia, é heroicamente salvo da morte por David (Benjamin Voisin), de 18 anos. Alexis acaba de conhecer o amigo dos seus sonhos, mas será que esse sonho vai durar mais que um verão?

O Último Jogo: Explorando a rivalidade entre Brasil e Argentina, dois vilarejos na fronteira entre os dois países vivem em pé de guerra. Do lado brasileiro, os habitantes de Belezura, uma pequena cidade que vive de empregos de uma pequena indústria de móveis, está prestes a encarar dois eventos que mudarão tudo: o fechamento da fábrica e a uma última partida de futebol contra os arquirrivais argentinos do povoado vizinho.

COMENTÁRIOS ( )