Quarta-Feira, 23 de Agosto de 2017 |

Novo prazo: prédio do CEU das Artes deve ser entregue em outubro

Atraso da entrega aconteceu por parte da empreiteira

Por Redação em 28 de Julho de 2017

"Conforme indica a placa local deveria já estar pronto há dois anos" (Foto: Arquivo A Semana)


O Jornal A Semana realizou em abril deste ano uma reportagem sobre a atual situação do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) das Artes do município, que está localizado na Rua Santa Catarina, nº 80, no bairro da Figueira. Na época o diretor-geral da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude (SMCEJ), Manuel de Freitas, havia informado que a entrega da obra por parte da empreiteira deveria acontecer em julho.

Na época em que foi realizada esta reportagem, já haviam sido concluídos os serviços de pintura, instalações dos banheiros e rede elétrica, colocação dos azulejos e até a mangueira de incêndio.
Aparentemente, hoje falta mesmo a instalação do elevador, a conclusão da pista de skate, o corte de grama do entorno e a limpeza do ambiente para que o local possa ser equipado e inaugurado.
Passaram-se três meses do prazo estipulado e, quando retornamos até o local onde o CEU das Artes está localizado, notamos que as obras seguem acontecendo e o prédio não foi entregue. Em contato com o próprio diretor Manuel de Freitas, nos foi informado que o prazo não seria respeitado e que agora a Secretaria de Educação que responderia pelo empreendimento.

Para saber mais informações sobre os atrasos na entrega da obra, conversamos com a secretária de Educação, Neuza Machado, que nos explicou que, infelizmente, não depende do município a entrega desta obra. Segundo Neuza, a obra está com cerca de 92% concluída, faltando pequenas coisas para que a empreiteira entregue o prédio. “A obra está sob responsabilidade da empreiteira. Ela teve um aditivo de prazo e está dentro deste novo prazo. Atualmente ela está com praticamente 92% da obra concluída. Faltam apenas 8%, que é a parte do térreo, a aquisição do elevador, que já está em processo de compra, além de outros acabamentos. Porém a obra está no prazo ainda que foi fornecido de aditivos”, destaca a secretária.

Ainda segundo ela, houve problemas como a troca de governo, paralisações por parte da empresa e até condições climáticas que interferiram na continuidade da obra. Por isso que um novo prazo foi dado para a entrega do prédio por parte da empreiteira. “Acredito que, se tudo der certo, até outubro a obra deve ser entregue para que o grupo gestor comece a trabalhar”, afirma Neuza.

Realizada esta entrega pela empreiteira, será feita a instalação do mobiliário e o entorno do prédio, como, por exemplo, as calçadas. Além disso, existem outras questões burocráticas, como o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios (PPCI), e a instalação das secretarias que devem fazer parte do empreendimento. “Já existe um projeto pronto pelo PPCI. Ele é de responsabilidade do grupo gestor e já deve estar no Corpo de Bombeiros. O CEU deve iniciar os seus trabalhos quando todas as secretarias e setores estiverem organizados. Ainda não temos previsão de quando ela vai começar a funcionar. Dependemos de que todos os órgãos estejam preparados”, ressalta a secretária.

COMENTÁRIOS ( )