Sábado, 18 de Novembro de 2017 |

Trompetista alvoradense busca apoio para estudar música na Bélgica

Renato de Oliveira criou plataforma de financiamento coletivo para custear viagem

Por Redação em 22 de Setembro de 2017

"Alvoradense é estudante da Escola de Música da OSPA" (Foto: Divulgação)


O alvoradense de 19 anos, Renato de Oliveira, é morador do Bairro Umbu e nutre um sonho: ir para a Bélgica estudar música. O trompetista já conquistou a bolsa de estudos que possibilita estudar oito meses na International Brass Studio. Isso graças ao convite do professor e trompetista Dominique Bodart, que esteve em Porto Alegre no mês de abril e chamou o jovem para estudar fora.

Atualmente, Renato de Oliveira é aluno da Escola de Música da Ospa. Porém, o alvoradense iniciou sua trajetória em bancas marciais ainda na Escola Mário Quintana, no bairro onde mora. Além disso, o instrumentista também fez estágio em uma banda marcial de Nova Santa Rita e também se apresentava em bares de Porto Alegre.

“A música começou na minha vida aos 13 anos, quando eu estava na 7ª série. Eu recebi o convite na sala de aula mesmo. Foram poucas palavras, mas o suficiente para me incentivar e motivar a participar da banda marcial. Eu fui ao primeiro ensaio e aquele universo já me chamou a atenção. Comecei a frequentar os ensaios da Mário Quintana, aprender a marchar e a tocar. Foi lá que tudo começou”, conta Oliveira.

Depois disso, o instrumentista destaca o momento em que começou a ficar curioso pela Escola da Ospa. Isso foi em 2015, quando outros colegas seus começaram a estudar música na instituição. Oliveira conta que, no início daquele ano, começou a participar das aulas ainda sem estar matriculado. Durante um mês o alvoradense compareceu as aulas e, somente depois disso, foi feito o teste.

E, neste ano, aconteceu uma das situações mais importantes da vida do instrumentista. Isso porque, em abril deste ano, ele recebeu um convite para estudar na International Brass Studio, na Bélgica. O curso, com duração de oito meses, com direito as aulas e também as masterclasses com solistas internacionais e eventos promovidos pela academia.

“Quando o belga Dominique Bodart veio para Porto Alegre se apresentar junto à Orquestra Sinfônica. No fim do período que ele esteve aqui foi feito um recital onde ele estava presente. Depois disso ele me fez o convite para estudar na academia dele. Eu fui contemplado com uma bolsa de 50% e, desde então, venho me preparando junto a minha família e buscando o recurso para que eu consiga ir”, fala o trompetista.

Porém, para poder passar esse período estudando fora do país, Renato de Oliveira, terá de arrecadar pouco mais de R$ 33 mil reais – até o final da manhã desta quinta-feira, 21/09, o projeto já havia arrecadado cerca de R$ 12 mil reais. Esse crowdfunding já está disponível desde o dia 06 de setembro e o prazo final para o financiamento é de 06 de novembro.

Serviço

Caso alguém tenha interesse em participar, é só entrar no site: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/renato-na-belgica e fazer sua doação. Na plataforma é possível encontrar mais informações do jovem e também o orçamento detalhado de para onde vai o dinheiro arrecadado pelo trompetista.

COMENTÁRIOS ( )